Fique Ligado

Simpósio promovido em São Paulo apresentou a cidade capixaba como modelo de sucesso no avanço dos serviços de água e esgoto

A excelência dos serviços de saneamento básico em Cachoeiro de Itapemirim (ES) foi mais uma vez reconhecida por uma das entidades mais importantes do setor no país, o Instituto Trata Brasil. No seminário “Exemplos em Saneamento Básico – Municípios provam ser possível universalizar serviços e reduzir perdas de água, promovido na última terça-feira, dia 17 de outubro, em São Paulo, Cachoeiro foi uma das cidades apresentadas como referência na universalização dos serviços de água e esgoto.

O reconhecimento do Trata Brasil rendeu ao município um troféu que foi entregue durante o seminário ao diretor da BRK Ambiental, Bruno Ravaglia. “É importante que experiências e modelos bem-sucedidos sejam compartilhados. O Brasil tem um desafio enorme no saneamento e Cachoeiro é um exemplo de cidade que apostou em uma modelo pioneiro e os resultados estão aí para comprovar o acerto dessa escolha”, destacou.

Atualmente, 98,06% do esgoto de Cachoeiro de Itapemirim são coletados, e destes 98,15% são tratados, o que corresponde a cerca de 21 milhões de litros de esgoto tratados diariamente, evitando a poluição do Rio Itapemirim e de córregos. No Brasil, mais de 100 milhões de pessoas ainda não contam com esse serviço. Com quase 212 mil habitantes, Cachoeiro está no seleto grupo de cidades brasileiras que já conseguiram enfrentar e resolver o problema.

Como Cachoeiro chegou lá

Além do reconhecimento das cidades, uma das propostas do seminário foi a de compartilhar experiências que pudessem servir de inspiração para outras cidades. Em qualquer município, a universalização é um processo que envolve muito planejamento e grandes investimentos. Em Cachoeiro não foi diferente. A cidade foi uma das primeiras no Brasil a recorrer à iniciativa privada para garantir o avanço dos serviços.

A concessão ocorreu em 1998, quando menos de 5% das casas eram atendidas com serviço de tratamento de esgoto. Desde então, a BRK Ambiental investiu mais de R$ 210 milhões, que garantiram a expansão dos serviços e um índice de atendimento que levou a cidade ao patamar de modelo para o Espírito Santo e para o Brasil.

Entre as obras mais recentes de destaques, estão a construção de 10 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e mais de 60 quilômetros de redes coletoras. As obras beneficiaram 23 regiões. Dentre os distritos e áreas de expansão urbana beneficiados, estão: Aeroporto, IBC, Monte Cristo, Alto Vila Rica, Gironda, Campo Leopoldina, Alto União, Village da Luz, São Luiz Gonzaga, Alto Independência, Soturno, Conduru, Coutinho, São Vicente, Coramara, Monte Cristo entre outros.

O abastecimento de água de Cachoeiro tem também exemplos a compartilhar com outras cidades do Brasil. No início da concessão, eram captados do Rio Itapemirim para tratamento e abastecimento da população 522 litros de água por segundo. Atualmente, mesmo com o crescimento populacional, são captados 430 litros por segundo. Isso se deve aos investimentos e adequações realizados pela concessionária, que possibilitaram o aumento de 40% da resevação de água. Hoje, são 45 reservatórios em operação, monitorados pelo Centro de Controle Operacional (CCO), em tempo real. Esses reservatórios contam com 20 milhões de água tratada para consumo humano.

Esgoto Tratado, pouca água desperdiçada

Além do avanço dos serviços de esgoto, Cachoeiro é exemplo de combate ao desperdício de água. No Brasil, quase 40% da água captada para ser distribuída à população é perdida, seja com vazamentos, roubos ou ligações clandestinas. O índice de perdas em Cachoeiro de Itapemirim quando a BRK Ambiental assumiu os serviços, em 1998, era de 56%. Depois de uma série de investimentos, o município alcançou a marca de 13% de perda com (vazamentos), estando entre os melhores índices do Brasil.

O município é também exemplo quando o assunto é consumo consciente. Antes da concessão dos serviços, cada cachoeirense consumia, em média, 173 litros de água por dia. Desde então, a BRK Ambiental vem promovendo uma série de ações e campanhas educativas que contribuíram para uma redução considerável no consumo per capta de água. Hoje, cada morador usa cerca de 118 litros, índice que está entre os mais baixos do Espírito Santo.

O controle de perdas, associado ao consumo consciente, garantiu mais segurança hídrica a Cachoeiro, cidade situada em um Estado onde diversas regiões enfrentam problemas crônicos no abastecimento, desafio potencializado nos períodos de estiagem. “A universalização é o grande objetivo, mas os desafios continuam. A cidade cresce, se desenvolve, e o saneamento precisa acompanhar esse movimento.  Vindo do Trata Brasil, uma das instituições mais compromissadas com a universalização dos serviços de saneamento no país, esse reconhecimento certamente tem uma importância ainda maior e nos estimula a continuar avançando”, finalizou Ravaglia.

A BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Sumaré, informa que vai realizar nesta quarta-feira, dia 18, uma manutenção preventiva em uma estação de bombeamento localizada na ETA II, estação de tratamento de água que fica no Parque Itália. O objetivo da intervenção é aumentar a segurança operacional ao promover o funcionamento contínuo do sistema.

De acordo com Cleber Salvi, gerente de operações da concessionária, esta intervenção visa garantir o bom funcionamento do sistema de bombeamento da estação. “A manutenção preventiva evita a necessidade de intervenções emergenciais que causam interrupções na distribuição de água, gerando impacto à população.”

Por conta dos trabalhos, bairros da região de Nova Veneza podem ter oscilações no abastecimento ao longo da quarta-feira, dia 18. Diante da situação, a concessionária reforça a importância do consumo consciente por parte da população. A previsão é que o abastecimento seja totalmente regularizado na noite da própria quarta, dia 18. Os bairros afetados são: Alto Rebouças, Jardim Dall Orto, Jardim Santa Carolina, Jardim Volobueff, Parque Residencial Salerno, Jardim Maria Luiza, Jardim Recanto dos Sonhos, Parque Itália, Parque Sevilha, Jardim Dom Bosco I, Jardim Nova Veneza/Inocoop e Parque Vila Flores.

Em caso de dúvidas ligue para 0800 771 0001. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia.

O novo serviço é mais uma iniciativa da concessionária para trazer mais facilidade para os clientes 

A BRK Ambiental inova mais uma vez na prestação de serviços digitais. Agora, entre uma curtida e outra, os clientes que acessam o Facebook e seguem o Twitter da empresa podem também gerar a 2ª via das faturas de água e esgoto. A facilidade se estende ainda para o SMS, o sistema de mensagem dos celulares. 

O processo é fácil e prático: basta utilizar a hashtag #2viabrk e seguir os passos indicados automaticamente pelas plataformas. A única informação que precisa ser preenchida é o número do CPF do titular da conta para que o sistema identifique a fatura que está em aberto. A partir daí é gerado o código de barras da fatura e também um link, caso o cliente prefira imprimir a conta. O serviço é totalmente gratuito. 

Facebook, Twitter e SMS: como usar 

No Facebook, a hashtag #2viabrk deve ser enviada como mensagem privada. Acessando o perfil da BRK Ambiental na rede social, basta clicar no botão “mensagem” e escrever #2viabrk no início da conversa e seguir as instruções. 

No Twitter, é preciso seguir a página da BRK Ambiental e tuitar #2viabrk. A partir daí os clientes recebem as instruções via Direct Message. 

Como SMS, o processo é igualmente simples. O cliente envia a mensagem #2viabrk para o número 29029 e a interação é feita através de troca de mensagens, sem qualquer custo.  

Importante: o cliente precisa ter o CPF cadastrado na BRK Ambiental para ser identificado pelo serviço.

 Aplicativo 

A BRK Ambiental tem investido nas plataformas digitais para trazer mais agilidade e facilidades para os seus clientes. Um exemplo é o novo aplicativo da concessionária, disponível gratuitamente para celulares que usam sistema operacional Android e IOS. Com o APP também é possível gerar a segunda via das faturas, checar se as contas estão em dia,  além de outras facilidades, como a ferramenta Leitura Fácil, que permite o acompanhamento do consumo do cliente ao longo do mês. É possível ainda entrar em contato com a empresa para notificar problemas, como vazamentos, falta de água e enviar uma foto do local com o endereço identificado pelo sistema de mapas do próprio aparelho.

CANDIDATO LOCAL DA PROVA SALA
Adeilson Rodrigues dos Santos SENAI - BR 135 SALA - A
Adelino Francisco Brito de Araújo Segundo SENAI - BR 135 SALA - A
Ademir da Silva Ferraz SENAI - BR 135 SALA - A
Alan Muller Penha Mendes SENAI - BR 135 SALA - A
Alessandra Teresa Corvelo da Silva Moreira SENAI - BR 135 SALA - A
Alex Wilson da Costa Mendes SENAI - BR 135 SALA - A
Alexandre Silva Lima SENAI - BR 135 SALA - A
Alexandre Sousa de Oliveira SENAI - BR 135 SALA - A
Allysson Roger Morais Marinho SENAI - BR 135 SALA - A
Amaziel Bandeira Nascimento SENAI - BR 135 SALA - A
Andréa Caroline Oliveira Cardoso SENAI - BR 135 SALA - A
Antonia Elizabete Fontenele SENAI - BR 135 SALA - A
Antoniel Soares Cunha SENAI - BR 135 SALA - A
Antonio do Carmo Carvalho Filho SENAI - BR 135 SALA - A
Antonio Luiz Azevedo Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Arnaldo Bergo Siqueira SENAI - BR 135 SALA - A
Bruno Morais Rodrigues Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Caetano Rocha Neto SENAI - BR 135 SALA - A
Carlon Mariano Farias Pereira SENAI - BR 135 SALA - A
Carlos Henrique Costa Guimarães SENAI - BR 135 SALA - A
Cassio Pinto Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Celson Carlos Correa da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Charlles Augusto Alves Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Claudete da Silva Gomes SENAI - BR 135 SALA - A
Clayton Rodrigues da Conceição SENAI - BR 135 SALA - A
Cleinilson dos Santos da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Diego dos Santos da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Dorival Souza de Jesus SENAI - BR 135 SALA - A
Douglas Costa da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Douglas Garcez dos Santos SENAI - BR 135 SALA - A
Elenildo Sousa de Carvalho SENAI - BR 135 SALA - A
Erick Augusto Garces de Lima SENAI - BR 135 SALA - A
Ernesto Jorge Negrão Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Fábio de Jesus Luz SENAI - BR 135 SALA - A
Flaviana Rocha da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Francenilson da Conceição Rocha Mendes SENAI - BR 135 SALA - A
Francisco Aguiar Japhar Junior SENAI - BR 135 SALA - A
Francisco Alberto Brito Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Francisco das Chagas Conceição Araújo SENAI - BR 135 SALA - A
Fransonelson Santos dos Santos SENAI - BR 135 SALA - A
Gerson Martins Santos Junior SENAI - BR 135 SALA - A
Gilberto Carneiro Martins SENAI - BR 135 SALA - A
Gleidson Fabiano Silva Cruz SENAI - BR 135 SALA - A
Gustavo de Assis Tavares SENAI - BR 135 SALA - A
Gustavo Medeiros Melo Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Igor Flavio Cardoso da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Isael Cruz Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Israel Sousa Chagas SENAI - BR 135 SALA - A
Italo Bruno Souza Miranda SENAI - BR 135 SALA - A
Jadson Silva Pinheiro SENAI - BR 135 SALA - A
Jailson Santos Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Jaudemir Santos Frazão SENAI - BR 135 SALA - A
Jaynna Rafaelle Oliveira Cardoso SENAI - BR 135 SALA - A
Jerni Beam Gomes Boas SENAI - BR 135 SALA - A
João Batista Costa da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
João Gleydson Alencar Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Jonathas Vinicius Pereira Rodrigues SENAI - BR 135 SALA - A
Jorge Luis Froes Ramalho SENAI - BR 135 SALA - A
José Carlos Ribeiro Garcez Júnior SENAI - BR 135 SALA - A
José da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
José de Ribamar Dutra da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
José Oscar Monteiro Leal SENAI - BR 135 SALA - A
Jose Raimundo Araujo SENAI - BR 135 SALA - A
Josimiel Cunha Braga SENAI - BR 135 SALA - A
Julio Pereira De Araújo SENAI - BR 135 SALA - A
Kayron Fernando Mendes de Lemos SENAI - BR 135 SALA - A
Kleison Tiago Ferreira de Sousa SENAI - BR 135 SALA - A
Laurilene Freitas Pinheiro SENAI - BR 135 SALA - A
Leonardo Rodrigo Barros de Assis SENAI - BR 135 SALA - A
Luis Fábio Martins Rodrigues SENAI - BR 135 SALA - A
Luis Fernando Ribeiro Martins SENAI - BR 135 SALA - A
Madson Martins Barbosa SENAI - BR 135 SALA - A
Manoel do Espírito Santo Silva Neto SENAI - BR 135 SALA - A
Marcelo Matos Sousa SENAI - BR 135 SALA - A
Marcelo Victo da Silva Amorim SENAI - BR 135 SALA - A
Márcio Antonio Mendes Bacellar SENAI - BR 135 SALA - A
Marco Antonio Vieira SENAI - BR 135 SALA - A
Marco Aurélio Dos Santos  Mondego SENAI - BR 135 SALA - A
Marielson Baltazar SENAI - BR 135 SALA - A
Marlon Brito Mendonça SENAI - BR 135 SALA - A
Matheus Pestana dos Santos SENAI - BR 135 SALA - A
Melquizedeque Lima Gomes SENAI - BR 135 SALA - A
Meyriane Silva Alves SENAI - BR 135 SALA - A
Oziel Cruz Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Paulo Gracindo de Oliveira Pinto SENAI - BR 135 SALA - A
Rafael Costa Araújo SENAI - BR 135 SALA - A
Rafael Santos SENAI - BR 135 SALA - A
Rafaela dos Santos Dutra SENAI - BR 135 SALA - A
Raimundo Anisio Almeida Maia SENAI - BR 135 SALA - A
Raimundo Nonato Neves Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Raimundo Olegario da Cruz Filho SENAI - BR 135 SALA - A
Raphael de Sousa Monroe SENAI - BR 135 SALA - A
Renato Silva Maia SENAI - BR 135 SALA - A
Renato Teixeira da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Richard de Sousa Gomes SENAI - BR 135 SALA - A
Riclomar da Silva Viana SENAI - BR 135 SALA - A
Robert Franklin Santos Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Roberthy Leandro Alves Machado SENAI - BR 135 SALA - A
Roberval Santos Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Robson Nilton Louzeiro Moura SENAI - BR 135 SALA - A
Rodrigo Souza Franco SENAI - BR 135 SALA - A
Ronaldo da Silva Bezerra SENAI - BR 135 SALA - A
Ronaldo da Silva Bezerra SENAI - BR 135 SALA - A
Roseana dos Anjos de Queiroz SENAI - BR 135 SALA - A
Saturnino Santos do Amaral Junior SENAI - BR 135 SALA - A
Saulo Henrique Berniz Barbosa SENAI - BR 135 SALA - A
Saulo Vinicius Rocha Calvert Ribeiro SENAI - BR 135 SALA - A
Sérgio Santos Ferreira SENAI - BR 135 SALA - A
Tatiana Garcia Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Teodora Loiola da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Thynairom Yan Luz Santos SENAI - BR 135 SALA - A
Tiago Rodrigues Costa SENAI - BR 135 SALA - A
Tony Rodrigo Moraes dos Santos SENAI - BR 135 SALA - A
Vilson Araújo da Silva SENAI - BR 135 SALA - A
Waldemberg Paixão Frazão SENAI - BR 135 SALA - A
Washington Silva Mesquita SENAI - BR 135 SALA - A
Welldson Aparecido Moreno Lago SENAI - BR 135 SALA - A
Wellerson Calores Oliveira SENAI - BR 135 SALA - A
Wilson Bezerra do Lago SENAI - BR 135 SALA - A
Wilson Pereira Leite Neto SENAI - BR 135 SALA - A
Aderson Raimundo Abreu Serra SENAI - BR 135 SALA - B
Agnaldo Jhonny Garcia Silva Araújo SENAI - BR 135 SALA - B
Alex Souza Garcia SENAI - BR 135 SALA - B
Alexsandro Rogerio Rosa da Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Allan Diego Mota Castro SENAI - BR 135 SALA - B
Alonny Raimundo Texeira Ferreira SENAI - BR 135 SALA - B
André dos Santos Melo SENAI - BR 135 SALA - B
Antonio Augusto Silva Melo SENAI - BR 135 SALA - B
Antonio Carlos dos Santos Gomes SENAI - BR 135 SALA - B
Candido Márcio Ramos Sodré SENAI - BR 135 SALA - B
Carlos Adolfo Pestana Ferreira SENAI - BR 135 SALA - B
Carlos Magno Santos Júnior SENAI - BR 135 SALA - B
Christian Warbert de Jesus Baeta SENAI - BR 135 SALA - B
Ciron Ribamar Rodrigues Brito SENAI - BR 135 SALA - B
Claudio Roberto dos Santos Nascimento SENAI - BR 135 SALA - B
Cristianderson Barralho Botalha SENAI - BR 135 SALA - B
Danilo dos Santos Monteiro SENAI - BR 135 SALA - B
Debora Carvalho Veras SENAI - BR 135 SALA - B
Demostenes Silva Mendonça SENAI - BR 135 SALA - B
Ednaldo Gomes da Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Eliel Sousa Caldas SENAI - BR 135 SALA - B
Elinaldo Diniz Lima SENAI - BR 135 SALA - B
Eudilene Pereira Carvalho dos Santos SENAI - BR 135 SALA - B
Felipe Cauve Costa Rocha SENAI - BR 135 SALA - B
Francinete Santana Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Francisco Santos de Oliveira Filho SENAI - BR 135 SALA - B
Frank Assunção Alves de Carvalho SENAI - BR 135 SALA - B
Gabriel Nunes Barbosa SENAI - BR 135 SALA - B
Geraldo Santana Maia Pinheiro SENAI - BR 135 SALA - B
Gerciane Pinheiro Costa SENAI - BR 135 SALA - B
Gildasio Mendes Martins SENAI - BR 135 SALA - B
Gilvanny Serra Pinto SENAI - BR 135 SALA - B
Gustavo Silva dos Santos SENAI - BR 135 SALA - B
Huberto Cláudio Fonseca Ferreira SENAI - BR 135 SALA - B
Ivaldo Silva Santos SENAI - BR 135 SALA - B
Ivo Ataide Costa Neto SENAI - BR 135 SALA - B
Jaciara Sousa Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Johnathan Araújo da Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Jonathan Carvalho Gomes SENAI - BR 135 SALA - B
José Raimundo Santos SENAI - BR 135 SALA - B
Josivan e Silva Camelo SENAI - BR 135 SALA - B
Keila Nascimento Araújo SENAI - BR 135 SALA - B
Laurinaldo Rabelo SENAI - BR 135 SALA - B
Lays Adriany Reis Ferreira SENAI - BR 135 SALA - B
Lucivaldo Rocha dos Santos SENAI - BR 135 SALA - B
Luis Paulo Pereira Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Marcelo Gerferson Ferreira Pereira SENAI - BR 135 SALA - B
Marcelo Henrique Martins de Macedo SENAI - BR 135 SALA - B
Marcio Belfort Marques SENAI - BR 135 SALA - B
Maurício Carvalho Melo SENAI - BR 135 SALA - B
Nailton Ricardo Martins dos Santos SENAI - BR 135 SALA - B
Nataniel Costa Santos Fortes SENAI - BR 135 SALA - B
Nelson Elizio Barbosa Júnior SENAI - BR 135 SALA - B
Pedro Agnaldo de Jesus Dias SENAI - BR 135 SALA - B
Railson Sergio Ramos Carvalho SENAI - BR 135 SALA - B
Raimundo dos Santos Gomes SENAI - BR 135 SALA - B
Raimundo Henrique Lima Cardoso SENAI - BR 135 SALA - B
Raimundo Nonato Mendes SENAI - BR 135 SALA - B
Rannigleison Santos Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Raquiel Pinto da Rocha Marques SENAI - BR 135 SALA - B
Sheila Oliveira Benevides Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Thiago dos Santos Teixeira SENAI - BR 135 SALA - B
Tiago Roberto Lima Filgueiras SENAI - BR 135 SALA - B
Tiago Tadeu Gomes de Almeida SENAI - BR 135 SALA - B
Waldeny Nattanael Rodrigues Diniz SENAI - BR 135 SALA - B
Wanderson Santana Mota SENAI - BR 135 SALA - B
Whylly Nascimento da Silva SENAI - BR 135 SALA - B
Carlos Feliciano Pimenta da Silva SENAI - BR 135 SALA - C
Carlos Geovane Cabral Barroso SENAI - BR 135 SALA - C
David Franklin Santos Dias SENAI - BR 135 SALA - C
Eder Cardoso Dias SENAI - BR 135 SALA - C
Edmilson Dias Filho SENAI - BR 135 SALA - C
Edson Araújo Costa SENAI - BR 135 SALA - C
Egidio Barroso de Lima Filho SENAI - BR 135 SALA - C
Fabio Borges Chagas SENAI - BR 135 SALA - C
Flávio Henrique Morais Silva SENAI - BR 135 SALA - C
Glaucio Joanh Miranda dos Santos SENAI - BR 135 SALA - C
Gleuciany Suellen Vieira Franzão SENAI - BR 135 SALA - C
Jefferson Assunção Alves de Carvalho SENAI - BR 135 SALA - C
José Luis Almeida Lopes SENAI - BR 135 SALA - C
Josenil Silva Machado SENAI - BR 135 SALA - C
Márcio Fernando Frazão Carneiro SENAI - BR 135 SALA - C
Márcio Pereira Silva SENAI - BR 135 SALA - C
Marcos Antonio Furtado da Silva SENAI - BR 135 SALA - C
Milton Cantanhede Lopes Júnior SENAI - BR 135 SALA - C
Reidinal Patrick Pereira Moreno SENAI - BR 135 SALA - C
Rogerio Rocha Reis SENAI - BR 135 SALA - C
Sérgio Roberto Vale Veras SENAI - BR 135 SALA - C
Thiago Nunes Pereira SENAI - BR 135 SALA - C
Thiago Victor dos Santos Cruz SENAI - BR 135 SALA - C
Wanderson Sousa Aragão SENAI - BR 135 SALA - C
Yana Monne Santos Placido SENAI - BR 135 SALA - C
Antonio Rafael Silva BRK - Ambiental SALA - D
Carlos Jonas Gama Guimaraes BRK - Ambiental SALA - D
Cesar Roberto Ferreira Fonseca BRK - Ambiental SALA - D
Daniel Miranda de Paiva Júnior BRK - Ambiental SALA - D
Diego Montes Sousa' BRK - Ambiental SALA - D
Fernando Pereira Silva BRK - Ambiental SALA - D
Fernando Prestes da Costa Junior BRK - Ambiental SALA - D
Fernando Sousa Frazão Barros BRK - Ambiental SALA - D
Gabriel Fernandes Machado BRK - Ambiental SALA - D
Gabriel Gama Nogueira BRK - Ambiental SALA - D
Gleydson Silva Gomes BRK - Ambiental SALA - D
Guilherme Fabrício Rocha de Oliveira BRK - Ambiental SALA - D
Haroldo Martins Lopes BRK - Ambiental SALA - D
João Victor Santos Costa BRK - Ambiental SALA - D
João Vitor Mendes Da Silva BRK - Ambiental SALA - D
Johny Pereira das Neves BRK - Ambiental SALA - D
José Adriano Silva Miranda BRK - Ambiental SALA - D
José Mario Teixeira Filho BRK - Ambiental SALA - D
Leiliane Ramos Silva BRK - Ambiental SALA - D
Luis Maurício Soares Mandu BRK - Ambiental SALA - D
Magdiel Martins de Sousa BRK - Ambiental SALA - D
Marcio Aurelio Massett Ribeiro BRK - Ambiental SALA - D
Márcio Flávio da Rocha Brito BRK - Ambiental SALA - D
Márcio Henrique Carvalho Ferreira BRK - Ambiental SALA - D
Marcos Vinícius Carvalho Coelho BRK - Ambiental SALA - D
Max Swell da Silva BRK - Ambiental SALA - D
Meverson Iago da Silva BRK - Ambiental SALA - D
Pablo Stefano dos Santos Alves BRK - Ambiental SALA - D
Paulo Gustavo Frazão Diniz BRK - Ambiental SALA - D
Paulo José Coelho Costa BRK - Ambiental SALA - D
Paulo Roberto Aguiar Lindoso BRK - Ambiental SALA - D
Pedro Ronald Rodrigues Ferro BRK - Ambiental SALA - D
Robson Branner Carvalho Jardim BRK - Ambiental SALA - D
Rogerio Jorge Frazão Madeira BRK - Ambiental SALA - D
Rômulo Thadeu Aragão Rocha BRK - Ambiental SALA - D
Talita Bruna Dutra Serra BRK - Ambiental SALA - D
Thacito Luis Garcia Frazão BRK - Ambiental SALA - D
Thallys Vinicius da Silva Santos BRK - Ambiental SALA - D
Than Wenny Matos de Sousa BRK - Ambiental SALA - D
Zeus Neves Almeida BRK - Ambiental SALA - D

Município investiu mais de R$ 87,1 milhões nos últimos seis anos

 No ranking das cidades com maior crescimento em saneamento, Uruguaiana aparece entre as três que mais investiram recursos no setor. Depois da capital do Estado, o município se destaca pela aplicação de recursos na ordem de R$ 87,1 milhões. Caxias do Sul aparece logo após, em terceira posição.

Já os municípios vizinhos só surgem várias posições abaixo. Alegrete está em 23° lugar com R$ 7,9 milhões investidos em esgoto. São Borja, em 25º posição, despendeu pouco mais de R$ 6,8 milhões e em 27º, Santa Maria, com R$ 6,5 milhões. Itaqui e Barra do Quaraí, nos últimos seis anos, não realizaram investimentos, de acordo com dados do Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (SNIS).

Novos postos de trabalho, redução do esgoto a céu aberto nas ruas e preservação do Rio Uruguai – o principal cartão postal da cidade – são alguns dos benefícios. Desde 2011, a BRK Ambiental, concessionária de água e esgoto, implantou diversos quilômetros de redes coletoras, construiu estações elevatórias de esgoto, fez melhorias operacionais e uma série de ações educativas para capacitar a população sobre os benefícios do saneamento.

Das 497 cidades do Estado, apenas 155 investem em saneamento. Os avanços lentos no setor retratam a realidade do resto do país. A falta de investimentos em coleta e tratamento de esgotos impacta diretamente na saúde da população. Segundo o Instituto Trata Brasil, só em 2015, o custo com horas não trabalhadas alcançou R$ 872 milhões no Brasil todo. Afastamentos gerados exclusivamente por doenças gastrointestinais.

“Esse resultado, além de ser motivo de orgulho, coloca Uruguaiana em destaque no resto do Rio Grande do Sul. O saneamento promove avanços não só na saúde, mas em setores como trabalho, educação, turismo, educação e cidadania. Nenhum incômodo com obras pode ser comparado aos benefícios gerados por esse desenvolvimento”, destaca Herbert Dantas, responsável pela BRK Ambiental em Uruguaiana.

Com o objetivo de melhorar continuamente a operação dos serviços de esgotamento sanitário de Rio das Ostras, a BRK Ambiental (nova empresa responsável pelos serviços no município) informa que realizará nesta quinta-feira (11/05), o reparo do poço de visita (PV) localizado na esquina da Rua Cambuci com Rua Duque de Caxias, Chácara Marilea.

A execução do trabalho não contará com escavações e uso de máquinas pesadas, portanto não haverá ruídos. A intervenção será parcial e no trecho os motoristas devem estar atentos às placas de sinalização.

O trabalho terá início às 22h com previsão de conclusão até às 0h. Todos os esforços serão feitos para que a finalização do serviço e a liberação do trânsito ocorram com brevidade. Em caso de dúvida, a BRK Ambiental atende pelo telefone 0800 771 0001 e pelo Plantão Social através do número (22) 99878 -0023 ou pelo e-mail plantaosocial@brkambiental.com.br

A cidade Mauá atingiu em dezembro de 2015 o índice de 50% de esgoto tratado através de sua Estação de Tratamento de Esgoto (ETE – Mauá), localizada no bairro Capuava.

O aumento desse índice, que no inicio de operação da ETE – Mauá, ocorrido em maio de 2015, era de 5%, foi possível após a realização de investimentos para interligação das redes públicas coletoras de esgoto aos Coletores tronco, implantados em todas sub-bacias que margeiam os principais córregos do município.

Com a conclusão das interligações cerca de 184 mil habitantes que sofriam com o despejo do esgoto das suas residências diretamente nos cursos d´água causando mau cheiro, proliferação de ratos e baratas, desvalorização de seus imóveis e riscos de contaminação, foram beneficiados com a correta destinação e tratamento de seus efluentes.

Além do beneficio com a eliminação desses fatores que prejudicavam o bem-estar e a qualidade de vida dos moradores, o trabalho de interligação e aumento do índice de tratamento de esgoto traz um grande ganho ambiental para a cidade. A interligação das redes asseguram a coleta e o afastamento dos esgotos até a ETE – Mauá onde o efluente recebe o tratamento adequado, contribuindo com a recuperação dos córregos do município, bem como do Rio Tamanduateí, que nasce em Mauá.

Ao longo do ano de 2016 o índice de tratamento de esgoto continuará a crescer gradativamente na cidade até atingir a meta de 100% de tratamento para todo o esgoto coletado na cidade. Hoje 90% da população urbana dispõem de coleta e afastamento de esgoto em Mauá.

.