Notícias

Ligações irregulares de esgoto  ainda são desafios aos serviços de saneamento

24 de janeiro de 2022


Impactos na eficiência dos serviços, danos ambientais e à saúde da população são alguns dos problemas ocasionados por ligações irregulares nas redes de esgoto. O alerta é da concessionária de água e esgoto de Cachoeiro de Itapemirim, BRK, que afirma que as irregularidades em ligações de esgoto podem prejudicar o bom funcionamento das redes da cidade e comprometer a eficiência dos serviços de coleta e tratamento do esgoto à própria população. 
 
O gerente operacional da concessionária em Cachoeiro, Jocimar de Assis Alves, explica que, junto aos investimentos na modernização dos serviços de água e esgoto do município, a BRK tem buscado, por meio de campanhas educativas, conscientizar a população sobre a importância de manter as ligações das redes regularizadas. Quando qualquer indício de irregularidade é verificado pela concessionária, o morador é orientado para a normalização e recebe um Termo de Ocorrência de Irregularidade, com as possíveis sanções e prazos para que o problema seja regularizado.
 
Jocimar Alves alerta que as ligações clandestinas nas redes de esgoto comprometem a  estrutura física da rede, causam prejuízos no tratamento do esgoto, provocam danos ambientais e podem acarretar no próprio retorno do esgoto às residências dos moradores, especialmente em períodos de chuvas intensas. O gerente da BRK explica que uma situação comum é o morador direcionar indevidamente a água da chuva para a rede de esgoto, sobrecarregando-a e fazendo com que todo o sistema perca a sua eficiência.
 
“As chuvas expõem ainda mais os problemas provocados pelas ligações irregulares. Quando feitas de maneira indevida, essas ligações podem acarretar o rompimento das redes, entupimentos, mau cheiro e o refluxo do esgoto, favorecendo a transmissão de doenças via água contaminada. Um agravante nessa situação é quando o morador também descarta resíduos sólidos de forma irregular em vasos sanitários, ralos e pias”, afirma o gerente operacional da BRK. 
 
Segundo Jocimar Alves, outro problema é quando o esgoto é lançado incorretamente na rede de drenagem de água da chuva. Neste caso,  em vez de ser conduzido para a estação de tratamento, ele pode ser despejado em rios e córregos, poluindo os mananciais. “Com muito empenho, conseguimos alcançar um índice de 100% de disponibilidade para residências urbanas de Cachoeiro de Itapemirim contemplados com o serviço de coleta de esgoto, sendo que 98,15% desse esgoto é tratado. É importante que a população compreenda que quando as ligações são malfeitas ou clandestinas, todo esse serviço é prejudicado no município”, completa.
 

Mais informações e denúncias
 
Para obter mais informações sobre como regularizar as ligações de esgoto, a população pode entrar em contato com a BRK por meio do telefone gratuito 0800 771 0001 (24 horas).
 
O mesmo canal pode ser utilizado para denúncias de ligações clandestinas. A concessionária também dispõe de um Canal Confidencial, onde a denúncia poderá ser realizada de forma confidencial. O acesso ocorre pelo link www.canalconfidencial.com.br/brkambiental.
 
 
O que diz a legislação
 

  •   Nas localidades onde há edificação permanente urbana e rede de esgoto disponível, de acordo com a Lei Federal do Saneamento 11.445/07, a conexão à rede é obrigatória e um dever do usuário.
  • O lançamento de água pluvial no sistema de esgotamento é proibido pelo Regulamento da Concessão dos Serviços e pela Lei nº 7743, que dispõe sobre o Código Sanitário do Município de Cachoeiro de Itapemirim e que trata, além de outros temas, sobre a disposição das águas pluviais, publicada no Diário Oficial do Município do dia 14 de outubro de 2019.

 
 

ACOMPANHE NOSSAS OBRAS, AVISOS E TUDO QUE ACONTECE NA BRK DA SUA CIDADE