Notícias

BRK Ambiental realiza oficina com o Instituto Memaker

13 de maio de 2019

O uso de tecnologia e arte para a sustentabilidade serão as temáticas centrais para engajar os jovens

A BRK Ambiental promove a 1ª Oficina Sustentável Memaker, projeto social que alia expressão criativa à robótica com o intuito de despertar nos jovens o interesse pela arte e tecnologia. Com a proposta pedagógica de mentoria do Instituto Memaker, o projeto contribui com o desenvolvimento e transformação da trajetória de jovens recifenses.

São 15 jovens – de 15 a 18 anos, estudantes da Escola de Referência de Ensino Médio Aníbal Fernandes,  no bairro de Santo Amaro, que estão sendo beneficiados com essa capacitação. Os encontros, que acontecem sempre às quintas-feiras, das 13h às 17h, desde 25 de abril, seguem até o dia 16 de maio.

Crianças participam da oficina MeMaker, organizada pela BRK Ambiental em Pernambuco.

Durante esses encontros, são discutidos temas relacionados à sustentabilidade para a construção de projetos que beneficiem a comunidade onde os participantes estão inseridos. “A partir dos temas debatidos pelos alunos, todo o grupo trabalha na identificação de soluções inovadoras para a resolução de problemas reais dos seus contextos de vida”, comenta a coordenadora de Responsabilidade Socioambiental da BRK em Pernambuco, Karine Mourato.

Além dos oficineiros da iniciativa, a ação conta com suporte dos jovens do grupo avançado, mais conhecidos como Memakers, formados na primeira turma de capacitação do Instituto. Esse é um grande diferencial porque permite uma maior conexão com os participantes, também jovens de contextos de vida semelhantes.

“Os Memakers se identificam com o grupo de alunos e vice-versa. A utilização de uma linguagem comum aproxima os participantes, que criam o senso de pertença e, com isso, conseguem se ver num cenário de novas possibilidades a partir dos ensinamentos vistos durante a oficina”, comenta Mariana Amorim, instrutora de Expressão Artística. 

Essa união da expressão criativa com a robótica de forma sustentável apresenta resultados. Já no terceiro encontro da turma, as quatro equipes começaram a desenvolver seus projetos com base no problema eleito pela turma como “vilão” da comunidade onde vivem: o lixo.  A princípio, as soluções serão implementadas na escola, mas podem extrapolar o ambiente escolar, beneficiando também a comunidade.

“Essa oportunidade agregou muito conhecimento. Mesmo em pouco tempo, pude aprender sobre design, praticar solda e ainda realizar pesquisas. Mas o principal é que tive a real noção da importância do trabalho realizado em equipe”, reforça Wesley Nono, de 16 anos, um dos participantes da iniciativa.

Através desse programa de capacitação, os estudantes poderão expandir o conhecimento e a criatividade, no intuito de aproximar a arte e conceitos básicos de robótica com a proposta de desenvolvimento de projetos sustentáveis através de metodologias ativas que estimulam o engajamento, o bem-estar e o trabalho colaborativo.

“A oficina utiliza o conceito de Flow, que é o envolvimento total para a fluidez no processo de criação, colocando as emoções a serviço da performance e do aprendizado. Assim, a excelência e a imersão são desenvolvidas durante a atividade”, reforça a responsável pelo Instituto Memaker, Mônica Bouqvar.

O Instituto Mamaker desenvolve projetos voltados para jovens de 14 a 18 anos em situação de vulnerabilidade social, um trabalho inovador que integra expressão criativa e robótica livre, sustentada com base em uma proposta pedagógica socioconstrutivista. O projeto objetiva contribuir para o desenvolvimento de comportamentos e atitudes desses jovens, de forma que eles sejam os protagonistas das transformações  em suas vidas e de sua comunidade.

 

ACOMPANHE NOSSAS OBRAS, AVISOS E TUDO QUE ACONTECE NA BRK AMBIENTAL DA SUA CIDADE