Notícias

Dia do Trabalho: Profissionais de saneamento básico são essenciais nas ações de combate ao coronavírus

30 de Abril de 2020

Trabalho realizado diariamente pelas equipes garante o abastecimento de água e o funcionamento das redes de esgoto em Porto Ferreira

Com cerca de 200 mil profissionais em atuação no setor de saneamento no país, o segmento ganhou um papel fundamental neste Dia do Trabalho. Responsáveis por garantir o abastecimento de água e a coleta e tratamento de esgoto em diferentes municípios brasileiros, essas equipes têm a missão de garantir a realização de serviços essenciais e contribuir com a saúde de todos.

Em Porto Ferreira, a BRK Ambiental é responsável por realizar os serviços de água e esgoto e conta com o auxílio de 74 profissionais. Na unidade, as equipes que atuam em funções administrativas, inclusive no atendimento ao cliente, adotaram o sistema de trabalho remoto, enquanto as equipes de operação, manutenção e análises laboratoriais seguem nas ruas para garantir o funcionamento das estações e a continuidade da prestação dos serviços, sempre respeitando as medidas de distanciamento e higiene recomendadas pelas autoridades de saúde.

“Neste momento, o trabalho dos profissionais de saneamento é fundamental, são eles os responsáveis por garantir o abastecimento e a qualidade da água, uma das principais aliadas no combate ao coronavírus, além de manter o funcionamento das redes de esgoto. Devemos valorizar e homenagear todos aqueles que estão na linha de frente para contribuir com a saúde e o bem-estar da população”, explica Fernando Mangabeira, diretor da BRK Ambiental em Santa Gertrudes.

Apesar do grande volume de profissionais em campo, o saneamento básico ainda tem capacidade de ir muito além. Atualmente, 35 milhões de brasileiros não têm acesso a água tratada e 100 milhões – quase metade da população – não contam com coleta de esgoto. De acordo com levantamento feito pelo Instituto Trata Brasil, entre os anos de 2004 e 2016, as obras de saneamento criaram 142 mil empregos na construção civil, isso representou uma renda anual de R$ 13,6 bilhões.

“Ao ampliar os serviços de água e esgoto, conseguimos aumentar as oportunidades de empregos. Estudos apontam que a cada R$ 1 investido em saneamento é gerado R$ 1,20 em renda”, reforça Mangabeira.
 

ACOMPANHE NOSSAS OBRAS, AVISOS E TUDO QUE ACONTECE NA BRK AMBIENTAL DA SUA CIDADE