Notícias

Última etapa da 1ª fase da obra de Ampliação da Captação do Rio Atibaia tem nova intervenção no dia 30

29 de Julho de 2019

Realizada pela BRK Ambiental, obra vai beneficiar 190 mil pessoas

A BRK Ambiental, Concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Sumaré, vai realizar a segunda interligação da última etapa da 1ª fase da obra de ampliação e modernização da Captação do Rio Atibaia. Considerada uma das mais importantes deste ano na cidade pela Concessionária, já que garantirá a ampliação do abastecimento, a intervenção tem investimento de R$ 15 milhões, vai permitir o aumento da vazão de água captada do rio Atibaia em 150 litros por segundo e, consequentemente, o incremento da disponibilidade de água para 190 mil sumareenses, o equivalente a 70% da população da cidade. A fase final da primeira etapa consiste em três interligações de grande porte. A primeira delas ocorreu no dia 18/06 e a terceira está programada para o dia 13/08. A segunda ocorre nesta terça-feira, dia 30, e para possibilitar a realização da obra, o sistema de captação será desligado, e com isto o abastecimento em 7 regiões da cidade será interrompido. 

Com a obra, será possível captar 750 litros por segundo de água, trabalho que será realizado por 10 bombas divididas entre submersíveis e horizontais, em dois poços de alimentação, frente ao sistema atual, que conta com seis bombas que captam 600 litros por segundo. “Para isso, construímos uma nova estrutura para as novas bombas e um trecho de tubulação que será responsável por levar a água captada até as adutoras de água bruta”, explica o gerente de obras da BRK em Sumaré, Heitor Mendonça. A intervenção desta terça-feira, dia 30, consiste na interligação dessas novas redes a uma das adutoras de água bruta (de 600 mm) responsável por conduzir a água até a ETA II, Estação de Tratamento de Água localizada no Parque Itália, para ser tratada e posteriormente distribuída à população. 

Também será realizada a migração do sistema elétrico atual para o novo, que terá uma maior potência disponível, aumento este necessário para colocar a elevatória de alta carga em operação. “Com as novas bombas e equipamentos instalados na captação de água bruta do rio Atibaia foi necessário reformular todo o sistema elétrico existente, com novos e mais potentes transformadores de energia, novos painéis elétricos e infraestrutura elétrica de alimentação e controle dos equipamentos”, explica Mendonça.

Para que as intervenções sejam realizadas, será necessário interromper a captação de água por cerca de 20 horas, o que vai impactar o abastecimento nos bairros das regiões do Picerno, Carlota, Dall’orto, Maria Antônia, Matão, Área Cura e Nova Veneza, ao longo de toda a terça-feira, dia 30, e da quarta-feira, dia 31. A previsão é que o abastecimento seja totalmente regularizado no final da noite da quarta-feira, dia 31. A BRK Ambiental Sumaré pede a compreensão de todos pelos transtornos causados e recomenda que os moradores mantenham seus reservatórios cheios e reforcem os hábitos de consumo consciente durante esse período. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco por meio do telefone 0800 771 0001. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia.

Os clientes que possuem cadastro atualizado na base de dados da concessionária foram avisados via SMS e e-mail. Aqueles que desejam receber esse tipo de comunicação em manutenções futuras podem realizar a atualização cadastral diretamente no site da concessionária. A lista completa dos bairros que serão afetados pela intervenção segue abaixo. 

Entenda como ocorrem estas paralisações  
As três paradas consistem nas interligações das novas redes que irão levar a água captada pelas novas bombas às duas adutoras, uma de 600 mm e outras de 700 mm, responsáveis por conduzir a água até a ETA II. A diferença entre elas é que na primeira parada, realizada no dia 18/06, foi feita a interligação na adutora 700mm, nesta segunda parada será feita a interligação na adutora 600mm e na terceira parada será feita a interligação conectando as adutoras de 600mm e 700mm, de forma a possibilitar a manobra entre as duas e aumentar a flexibilidade operacional. “O serviço como um todo foi dividido em três etapas para minimizar o tempo de parada da captação e consequentemente reduzir o impacto no abastecimento, por serem atividades complexas e que demandam um tempo longo de execução”, explica o gerente.

A terceira e última parada está prevista para ocorrer no dia 13/08 e será avisada com antecedência para que a população possa se programar.

A obra
A obra de ampliação e modernização da Captação de Água Bruta do rio Atibaia teve início em dezembro de 2018 e tem previsão de término em outubro deste ano. Dividida em três etapas, a primeira etapa da obra tem avanço de 90%. “Esse percentual corresponde a parte civil e montagem hidromecânica. Também iniciamos a segunda etapa que envolve toda a infraestrutura elétrica da captação, que está sendo remodelada para atender as ampliações e modernizações que estão sendo realizadas”, ressalta Mendonça. A previsão é que a segunda etapa seja concluída em setembro. 

A terceira etapa terá início em agosto e consiste na instalação de um Sistema de Geração e Dosagem de Hipoclorito que terá a função de realizar a pré-cloração da água até a estação de tratamento de água. “Esse sistema permite a produção de hipoclorito no próprio local, de maneira automatizada e segura”, ressalta.

“A cloração a partir da Captação tem o objetivo de garantir a qualidade da água e assegurar a eficiência do processo de desinfecção, ou seja, a ação do hipoclorito será mais efetiva uma vez que contará com o tempo ideal da captação até a ETA II. Será aplicado hipoclorito na água captada já na saída do bombeamento e neste percurso pelas adutoras até a ETA II – cerca de 6 km – haverá o tempo de contato do produto, dentro das adutoras que fazem esse transporte, melhorando o processo de desinfecção da mesma”, complementa o gerente. 

A obra, além do aumento da vazão de água captada, também vai permitir a ampliação em 10% da população abastecida pela ETA II, melhorando a segurança hídrica do município.

ETA II
A captação do rio Atibaia é responsável por abastecer a Estação de Tratamento de Água II, localizada no Parque Itália e que abastece as regiões do Nova Veneza, Área Cura, Picerno, Maria Antônia e Matão, o que representam 70% do município de Sumaré. Essa estação também está em obras de modernização e ampliação, desde junho de 2018, para que seja possível ampliar a capacidade de tratamento para os mesmos 750l/s. “As obras na ETA II e na Captação do Atibaia são complementares e o objetivo é remodelar ambos os locais para que além de ser possível captar um maior volume, garantindo assim além da regularidade no abastecimento, a produção de água com mais qualidade para a população de Sumaré.”

Bairros afetados
Picerno:
Jardim Basilicata, Jardim das Orquídeas, Jardim Lucelia, Jardim Picerno I, Jardim Picerno II, Parque Residencial Campo Belo, Parque Residencial Virginio Basso, Parque Rosa e Silva, Residencial Jardim Sumaré I, Residencial Jardim Sumaré II, Residencial Portal Bordon, Residencial Guaíra e Residencial Portal Bordon II. 

Carlota: Altos de Sumaré, Chácara Bela Vista, Chácara Monte Alegre, Chácara Santa Antonieta, Euclides Miranda, Jardim Bela Vista, Jardim Luiz Cia, Jardim Monte Santo, Jardim Novo Paraná, Jardim Paulistano, Parque Residencial Manoel Vasconcellos, Parque Villa Flores, Residencial Real Parque, Residencial Viver Sumaré, Veccon Zeta, Vila Carlota e Vila Rebouças.

Dall’orto: Alto de Rebouças, Jardim Dall’orto, Jardim Santa Carolina, Jardim Volobueff, Parque Residencial Salerno, Jardim Maria Luiza, Parque Florely, Jardim Recanto dos Sonhos, Parque Itália, Parque Sevilha, Jardim Dom Bosco I, Jardim Inocoop. 

Maria Antônia: Cidade Nova, Conjunto Habitacional Angelo Tomazin, Jardim Amélia, Jardim dos Ipês I, Jardim dos Ipês II, Jardim Maria Antônia e Jardim Viel.

Nova Veneza: Jardim Santa Maria, Jardim das Águas, Jardim Davina, Jardim São Francisco de Assis, Jardim Seminário, Jardim Vitória, Jardim Nova Veneza, Jardim do Trevo, Jardim Manchester, Jardim Mineapolis, Parque das Indústrias, Parque Ideal, Jardim Nossa Senhora Conceição, Jardim Conceição, Chácara Nova Veneza, Parque Silva Azevedo, Parque da Amizade, Parque Jatobá, Parque Virgilio Viel e Jardim Santa Eliza.

Matão: Residencial Emilio Bosco, Condomínio Jatobá, Jardim Barcelona, Jardim Casa Verde, Jardim das Estâncias, Jardim Eunice, Jardim Martins, Jardim Minezotta, Jardim Nova Terra, Jardim Paraíso I, Jardim Paraíso II, Jardim Santa Clara, Jardim Santa Julia, Jardim Santa Rosa, Jardim São Gerônimo, Jardim São Luis, Parque Fantinatti, Parque Residencial Regina, Residencial Ideal Flamboyant, Residencial Parque Pavan e Vila Diva. 

Área Cura: Conjunto Habitacional CDHU, Jardim Aclimação, Jardim Bom Retiro, Jardim São Judas Tadeu I, Parque Bandeirantes, Residencial Recanto das Árvores, Vila Operária, Jardim Callegari, Jardim Danubio Azul, Jardim Denadai, Jardim Maracanã, Jardim Nova Esperança I, Jardim Nova Esperança II, Jardim Santiago, Jardim São Francisco, Parque das Nações, Parque Santo Antônio, Residencial Ipiranga, Residencial Itália, Residencial Santa Joana, Vila Sol Nascente, Viva Vista e Jardim Dulce. 
 

ACOMPANHE NOSSAS OBRAS, AVISOS E TUDO QUE ACONTECE NA BRK AMBIENTAL DA SUA CIDADE