Unidade: Tocantins

Fique Ligado

Estão abertas as inscrições para o curso de Confecção de acessórios, uma parceria entre a BRK Ambiental e o Serviço Social da Indústria (Sesi). O curso será realizado nos dias 11, 18 e 20 de novembro no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), localizado na quadra 1.304 sul.

A carga horária total é de 20 horas, com aulas pela manhã e tarde e vagas limitadas. As inscrições podem ser feitas no local do curso, mediante a apresentação do CPF, RG, comprovante de residência e de escolaridade mínima do Ensino Fundamental completo ou cursando, se for o caso.

 Projeto Técnico Social

O curso de confecção de acessórios marca a conclusão do ciclo anual de cursos que compõe o Projeto Técnico Social (PTS) da BRK Ambiental. Ao longo desse ano a concessionária, em parceria com vários órgãos voltados à capacitação profissional, promoveu a educação ambiental, reforçando nos alunos a importância do saneamento básico e de atitudes sustentáveis em seu cotidiano.

Além dos cursos ofertados, a BRK realiza iniciativas como palestras de orientação à comunidade sobre as questões do saneamento, ações de recuperação ambiental e distribuição de materiais informativos, voltadas a regiões que recebem obras de água e esgoto.

Entre os dias 16 e 20 de outubro, a BRK Ambiental, em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), realizou o curso de arte em papelão no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do setor Aureny III. A iniciativa integra o Projeto Técnico Social (PTS) da concessionária, que realiza capacitações profissionais aliadas ao incentivo à educação ambiental, reforçando a importância do saneamento básico.

O curso visa a reciclagem de materiais que antes seriam descartados, mas que agora assumem uma função contemporânea. Maria da Penha de Faria, 61 anos, é pedagoga e designer e foi a responsável por conduzir o curso ao longo da semana. A instrutora reforçou com seus alunos a importância de atribuir uma linguagem inteligente aos materiais produzidos “é um produto que você vai usar, então procura dar a ele uma linguagem de moda de forma que uma pessoa tenha consciência de que está usando um produto, e não somente um material reciclado”, afirma.

Composto em sua maioria por mulheres jovens, o curso despertou em algumas participantes o desejo de montarem um negócio. É o caso de Taynara Tavares, de 19 anos, que pretende aprimorar seus conhecimentos na área e ser uma empresária futuramente. Maria Divina Andrade, de 24 anos, não fazia ideia de que os materiais poderiam ser transformados dessa forma “é bom que a gente não desperdiça nada mais agora, economiza tudo”.

 

Próximos cursos

Ainda na parceria BRK e Sesi, turmas de novos cursos se iniciam a partir do dia 28 de outubro. Uma delas é do curso de arte em pneu, que acontecerá no CRAS do Setor Morada do Sol e a outra do curso de bioarte biojoias, no CRAS do setor Santa Bárbara, ambos na região de Taquaralto. O curso ocorrerá por três sábados seguidos (28 de outubro e 04 e 11 de novembro) nos períodos matutino e vespertino e tem uma carga horária total de 20 horas.

Seguindo o cronograma, na segunda, dia 30, terá início no CRAS da 407 norte outra turma do curso de arte em pneu. Para inscrição nesses cursos é necessário comparecer nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) mencionados acima com a cópia do RG, CPF e comprovante de residência. A inscrição é gratuita e é exigido que o aluno seja maior de 16 anos.

A BRK Ambiental inova mais uma vez na prestação de serviços digitais. Agora, entre uma curtida e outra, os clientes que acessam o Facebook e seguem o Twitter da empresa podem também gerar a 2ª via das faturas de água e esgoto. A facilidade se estende ainda para o SMS, o sistema de mensagem dos celulares.
 
O processo é fácil e prático: basta utilizar a hashtag #2viabrk e seguir os passos indicados automaticamente pelas plataformas. A única informação que precisa ser preenchida é o número do CPF do titular da conta para que o sistema identifique a fatura que está em aberto. A partir daí é gerado o código de barras da fatura e também um link, caso o cliente prefira imprimir a conta. O serviço é totalmente gratuito.
 
Facebook, Twitter e SMS: como usar
 
No Facebook, a hashtag #2viabrk deve ser enviada como mensagem privada. Acessando o perfil da BRK Ambiental na rede social, basta clicar no botão “mensagem” e escrever #2viabrk no início da conversa e seguir as instruções
 
No Twitter, é preciso seguir a página da BRK Ambiental e tuitar #2viabrk. A partir daí os clientes recebem as instruções via Direct Message.
 
Como SMS, o processo é igualmente simples. O cliente envia a mensagem #2viabrk para o número 29029 e a interação é feita através de troca de mensagens, sem qualquer custo. 
 
Importante: o cliente precisa ter o CPF cadastrado na BRK Ambiental para ser identificado pelo serviço.
 
Aplicativo
 
A BRK Ambiental tem investido nas plataformas digitais para trazer mais agilidade e facilidades para os seus clientes. Um exemplo é o novo aplicativo da concessionária, disponível gratuitamente para celulares que usam sistema operacional Android e IOS. Com o APP também é possível gerar a segunda via das faturas, checar se as contas estão em dia,  além de outras facilidades, como a ferramenta Leitura Fácil, que permite o acompanhamento do consumo do cliente ao longo do mês. É possível ainda entrar em contato com a empresa para notificar problemas, como vazamentos, falta de água e enviar uma foto do local com o endereço identificado pelo sistema de mapas do próprio aparelho.

 

A BRK Ambiental unidade de Palmas recebeu o novo responsável pela área de Qualidade, Saúde, Segurança e Meio Ambiente (QSSMA) do corporativo, Alexandre Piedemonte no Treinamento Diário de Trabalho (TDT) dessa terça feira (17). O treinamento reuniu todas as áreas da empresa e teve como foco a segurança do trabalho.

Em uma conversa com os presentes, Piedemonte ressaltou que o primeiro passo da nova gestão da QSSMA do corporativo é analisar a realidade de saneamento da BRK Ambiental como um todo e em conjunto com todos os integrantes, independente de área ou região, construir uma gestão que preza pela troca de informações entre unidades e corporativo, a fim de antecipar possíveis riscos e elimina-los.

Denis Lacerda, diretor presidente da unidade do Tocantins, complementou a fala do colega ressaltando a importância de que todos os integrantes sejam protagonistas nas discussões de segurança e mantenham seus líderes constantemente informados de situações que possam se tornar nocivas ao ambiente de trabalho “é fundamental que as fragilidades sejam apontadas para que sejam tratadas”, afirmou Lacerda.

Assuntos como excesso de velocidade nos veículos da empresa, acidentes de trânsito e fiscalização dos equipamentos de trabalho foram abordados pelos integrantes e esclarecidos pelos profissionais da área de segurança no local.

Comitês de segurança

Na reunião foi enfatizada a importância da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) em união com os comitês de segurança, em todos os seus níveis, como aparatos de segurança da empresa. Os comitês de segurança são compostos por grupos de diferentes áreas da empresa que se reúnem periodicamente para discutir as questões de segurança do trabalho na BRK Ambiental.

De acordo com José Mario Ribeiro do Espírito Santo, diretor de operações de Palmas, a não distinção de áreas e integrantes para composição desse comitê ajuda na construção de um ambiente colaborativo na empresa “a gente quer criar aqui uma unidade [comitês e CIPA] com um objetivo só: criar uma cultura de segurança na BRK Ambiental, um ambiente em que cada um se preocupe tanto consigo mesmo quanto com a segurança do colega”.

 

A BRK Ambiental, concessionária que atende os serviços de água e esgoto de 47 cidades do Tocantins, realizou uma palestra sobre saneamento básico e esgoto em Porto Nacional.

A iniciativa compõe o Projeto Técnico Social (PTS) da empresa e teve como foco tornar os agentes comunitários de saúde e endemias multiplicadores da cultura do saneamento. Em um momento de interação com o público, dúvidas sobre qualidade de água e direcionamento correto de esgoto foram esclarecidas pelos funcionários do setor de Responsabilidade Socioambiental presentes no local.

Hérica Alves Sales, 33 anos, é assistente social da BRK Ambiental e foi uma das integrantes que acompanhou toda a palestra. Para ela, encontros como esses auxiliam um relacionamento mais próximo da empresa para com o cliente “tratamos com agentes de saúde e endemias, que são pessoas mais próximas à população e para a BRK isso é bastante viável”, afirma.

Após um debate produtivo e dúvidas sanadas, o público presente deu sugestões para a empresa, indicando escolas em regiões mais afastadas da cidade que também são carentes desse tipo de orientação.

Em um estado como o Tocantins, que constantemente registra altas temperaturas, é comum as pessoas extrapolarem o consumo de água tomando mais banhos por dia, lavando a casa com uma frequência maior e irrigando o jardim por mais tempo, atitudes que acabam levando ao desperdício. Mas nem tudo está perdido: vistoriar instalações de água em casa, reutilizá-la em outras atividades e mudar alguns hábitos ajudam o consumidor a realizar suas atividades e ainda contribuir para o meio ambiente. Veja algumas orientações para o consumo consciente de água:

 

Banho tomado, consciência limpa

Vários banhos tomados ao dia podem ter seu tempo e consumo reduzidos se bem administrados. Uma ducha de 15 minutos com o registro aberto gasta, em média, 135 litros de água, enquanto que reduzir esse tempo para 5 minutos e desligar a água do chuveiro enquanto se ensaboa reduz a média de consumo para 45 litros.

 

Tudo de uma vez só

Juntar roupas sujas suficientes para ocupar a capacidade total do tanque ou máquina de lavar e lava-las de uma só vez é também uma alternativa para o consumo consciente de água. É possível ainda aproveitar a água de enxague dessa lavagem para limpar a calçada, irrigar o jardim ou lavar o carro, por exemplo.

 

De olho nas instalações

Água correndo constantemente na privada, mofo nas paredes e hidrômetro contabilizando sem parar podem ser sinais de irregularidades nas instalações hidráulicas. Segue algumas dicas para a vistoria interna em sua residência

  • Mofo nas paredes pode ser sinal de vazamento interno na residência. O teste ideal para confirmar a possível irregularidade é, com a caixa d’água cheia, fechar todas as saídas de água da casa e conferir se o hidrômetro continua contabilizando a passagem de água. Testes feitos logo cedo pela manhã são os mais indicados. Caso encontre um vazamento oculto, procure um profissional de sua confiança para reparar o vazamento. Após concluído o serviço, entre em contato com a BRK Ambiental pelo telefone 0800 6440 195 e agende uma vistoria com a equipe de manutenção.
  • Ao fechar uma torneira, certifique-se de que ela não está pingando. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ao longo de um ano o "pinga-pinga" de uma torneira desperdiça pelo menos 16 mil litros de água limpa e tratada.
  • Verifique sempre se a válvula de descarga no banheiro está regulada ou precisa ser substituída

 

Dia do Consumo Consciente

O dia 15 de outubro foi instituído como Dia do Consumo Consciente pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em 2009. O objetivo da data, válida para todo o Brasil, é levar a população a refletir sobre os impactos de seu consumo excessivo para a sustentabilidade do planeta e a rever seus padrões de consumo.

A BRK Ambiental conscientiza a população para o consumo consciente de água por meio de orientações diretas aos moradores, palestras nas escolas e cursos profissionalizantes do Projeto Técnico Social da empresa, que alia conhecimento técnico para o mercado de trabalho e educação ambiental. Para mais informações sobre esses e outros assuntos, entre em contato com os canais da BRK Ambiental: aplicativo disponível para download na Play Store e Apple Store, página oficial da concessionária no Facebook, pelo site brkambiental.com.br/tocantins ou ainda pelo 0800 6440 195.

As chuvas estão chegando para refrescar a onda de calor que tem tomado o Tocantins nos últimos três meses, mas, com elas, algumas surpresas desagradáveis, como extravasamento de esgoto nas ruas ou até mesmo um retorno dele para a casa dos moradores. Para evitar que problemas como esses aconteçam, separamos algumas dicas de uso consciente de instalações hidráulicas:

 
Verifique suas instalações hidráulicas
É comum que as residências, de uma maneira geral, sejam construídas com rufos e calhas que direcionam a água da chuva que cai sobre o telhado diretamente para um ralo, ligado à rede de drenagem.
Segundo Guilherme Silvestrin, supervisor de operação da BRK Ambiental de Palmas, todo esse volume de água sobrecarrega a rede e prejudica o sistema de coleta de esgoto, que não foi projetado pra suportar a vazão de chuva. Além disso, o tratamento também é comprometido, pois o sistema é projetado para uma determinada concentração de esgoto e, com o volume exagerado de água da chuva, essa concentração é diluída, o que prejudica a eficiência do tratamento “Os níveis de tratamento pioram como um todo e ocorrem problemas de extravasamento na rua ou em elevatórias, pois nossas bombas não conseguem bombear a vazão que vem dessa contribuição de chuva”, aponta Silvestrin.
 
Lugar de lixo é no lixo
Pode não ser do conhecimento de todos, mas a destinação incorreta de lixo, especialmente no período de chuva, também compromete o sistema de tratamento de esgoto. Jogar lixo nas ruas em vez de separá-lo adequadamente para ser coletado pelo caminhão de coleta de lixo da prefeitura ou até mesmo descarta-lo pela descarga são atitudes que precisam ser desconsideradas pelos moradores.
O lixo jogado em locais inadequados, com um volume de chuva muito grande, é carreado para dentro da rede de esgoto, causando obstruções que resultam em um extravasamento de esgoto na rede.
 
Dicas
  • Verifique se os ralos de sua residência que eventualmente recebem água da chuva estão ligados na rede de drenagem e adeque suas instalações hidráulicas se for necessário;

 

  • Tome cuidado com o que deixa passar pelos ralos: cabelo, bucha de lavar louça, óleo e gorduras utilizadas na cozinha são alguns exemplos de resíduos que obstruem a rede de esgoto e podem causar problemas;

 

  • Destine corretamente o óleo de cozinha: em vez de lançar na pia, armazene o óleo já utilizado em uma garrafa e entregue nos pontos de coleta da prefeitura. Um deles fica na sede da Fundação Municipal de Meio Ambiente, no segundo andar do edifício Resolve Palmas na Avenida JK; o outro na Avenida Teotônio Segurado, no Viveiro Educador. Em troca, a prefeitura entrega ao doador uma muda de árvore para plantio;

 

  • Limpe sua caixa de gordura frequentemente e instale uma em sua residência quando não houver;

 

  • Supervisione as crianças para que não joguem resíduos sólidos inadequados pela privada ou ralos;

 

  • Não jogue lixo nas ruas nem descarte esses resíduos inadequados pela descarga. Junte em sacolas tudo que precisa ser descartado e direcione para um local que seja atendido pela coleta de lixo da cidade.

Estão abertas as inscrições para o Programa de Estágios da BRK Ambiental, que oferecerá oportunidade à universitários dos cursos de Administração, Comunicação, Contabilidade, Direito, Economia, Engenharias, Jornalismo, Psicologia, Publicidade e Propaganda e Química.

Os interessados devem se inscrever até o dia 22 de outubro diretamente no site www.estagiobrkambiental.com.br. Podem participar universitários que se formarão entre dezembro de 2018 e dezembro de 2019. As vagas estão disponíveis nas cidades de Araguaína, Dianópolis, Gurupi, Palmas, Paraíso e Porto Nacional. Os estudantes aprovados no processo seletivo começam a partir de janeiro do próximo ano.

 

Processo de seleção e benefícios

O processo seletivo acontece em seis etapas: inscrição, Game (online), testes de inglês (online), speak up (entrevista via Skype para algumas localidades), dinâmicas de grupo presenciais (para algumas localidades) e entrevistas finais.

O programa oferece como benefícios bolsa-auxílio compatível com o mercado, seguro de vida, vale-refeição (aplicável apenas em algumas localidades) e vale-transporte (ou estacionamento do local).

 

A BRK Ambiental

A BRK Ambiental é a maior empresa privada de saneamento do Brasil e atua em cerca de 180 municípios de 11 estados do país. A companhia é controlada pelo grupo canadense Brookfield, que investe e administra ativos em mais de 30 países, nos cinco continentes. Hoje, são US$ 250 bilhões investidos nos segmentos de Energia Renovável, Imobiliário, Infraestrutura e Private Equity.

No Tocantins, a BRK Ambiental opera e investe em projetos de saneamento em 47 municípios, levando água de qualidade às comunidades e tratando o esgoto para que retorne adequadamente à natureza. A concessionária trabalha para prover soluções ambientais que gerem melhoria na qualidade de vida da população, aliando excelência nos serviços, capacidade de gestão, investimento e tecnologia.

 

Professores da rede pública municipal de Colinas do Tocantins receberam na manhã desta quarta-feira, 20, técnicos da BRK Ambiental para ouvir e debater orientações sobre os temas que envolvem os serviços de tratamento e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto. O intuito é de capacitar os professores para aulas temáticas sobre a importância do saneamento básico.

Em palestra conduzida pela engenheira ambiental Daniella Faria foram apresentados detalhes sobre o funcionamento dos sistemas utilizados para promover o saneamento básico na cidade além de orientações sobre o bom uso da água e os cuidados com consumo, uso das instalações hidráulicas e outros elementos importantes para preservação ambiental e promoção do bem estar.

Durante o momento de discussão, os professores puderam tirar dúvidas sobre os conteúdos e compartilhar experiências vividas em sala de aula com os alunos. A coordenadora pedagógica Edney Sousa Silva, da Escola Municipal José Teodoro Rodrigues, que fica no bairro São João, destacou que além do conhecimento recebidos, o sentimento é de parceria. “Nós, como professores, temos muitos dos conhecimentos apresentados, mas a parceria que existe ao ter esse conhecimento reforçado por uma fala técnica é essencial”, explica.

Amanhã acontecerá na cidade um movimento para arborização urbana com o plantio e distribuição de mudas de árvores (Jambo, Oti e Nim) com o objetivo de promover o aumento de cobertura vegetal na cidade. As mudas são adequadas para o plantio nas calçadas das residências, promovem sombreamento, melhoram a qualidade do ar e a permeabilidade dos espaços urbanos. A ação acontecerá no período da manhã no Bairro Aeroporto.

As ações são parte do Projeto de Trabalho Socioambiental, promovido pela BRK Ambiental em parceria com a Prefeitura Municipal de Colinas do Tocantins, que acontece em todas as cidades em que a concessionária realiza investimentos em expansão de sistemas de saneamento com recursos via financiamento do FGTS através da Caixa Econômica Federal, Ministério das Cidades e Governo Federal.

Avanços

É o caso de Colinas do Tocantins que vai receber este ano mais uma etapa de sua expansão do serviço de coleta e tratamento de esgoto. Hoje, a cidade atende com o serviço 63% dos moradores da cidade. Novas obras serão iniciadas nos setores Eldorado e Alvorada para atender mais 2,3 mil moradores. Todo o esgoto coletado é tratado antes de ser devolvido à natureza.

 

 

Começa hoje, em Palmas,  a III Semana de Engenharia Ambiental e Sanitária, evento realizado pelo curso de Engenharia Ambiental da Faculdade Católica do Tocantins com apoio da BRK Ambiental. O evento, que seguirá até o próximo dia 20, tem em sua programação mesas redondas, palestras e minicursos, voltados a profissionais, estudantes e pesquisadores.

Dentre as atividades, acontecerá na noite de quarta-feira, uma palestra conduzida pelo diretor-presidente da BRK Ambiental, Denis Lacerda, com panorama sobre o saneamento ambiental no Tocantins. Após a palestra, uma mesa redonda com participação da professora da Universidade Federal do Tocantins (UFT) Tatiana Ferreira Wanderley e de representante da prefeitura de Palmas continuará a discussão sobre o assunto.

O Tocantins tem hoje lugar de destaque no cenário nacional ao possuir índices de atendimento com serviços de distribuição de água tratada e coleta e tratamento de esgoto bem acima aos apresentados pela Região Norte do Brasil. No Estado, 99,99% da população tem acesso ao tratamento de água e cerca de 35% possui coleta de esgoto. O Tocantins também trata 100% do esgoto coletado antes de sua destinação final. A BRK Ambiental atua em 47 cidades do Estado.

O evento é gratuito e acontecerá no Campus da Faculdade Católica, em Palmas, com credenciamento a partir das 18h.

Programação

Hoje, às 19h30, acontecerá a palestra “Sistemas avançados de tratamento de Água”, ministrada pelo Professor Doutor Sidney Seckler, seguida de uma mesa redonda com participação do Professor Mestre Thiago Bandeira da Faculdade Católica do Tocantins e do Engenheiro Dalton Cardozo Bracarense da BRK Ambiental.

Amanhã, às 14h, o Engenheiro Ambiental Raoni de Paula Fernandes, da BRK Ambiental, ministrará o minicurso “Elaboração de Plano Municipal de Saneamento Básico”. À noite, palestra e mesa redonda sobre panorama do saneamento básico no Tocantins com o diretor-presidente da BRK Ambiental, Denis Lacerda.

No último dia de evento, o Engenheiro Ambiental e Civil Waldo Coelho Bittencourt, da BRK Ambiental, dará um minicurso sobre a “Utilização do ArcGis para modelagem de Sistemas de Abastecimento de Água”.

A BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto em 47 cidades do Tocantins disponibilizou para download o novo aplicativo da empresa. Criado com a ajuda de testes realizados com os clientes, o aplicativo conta com novos serviços que auxiliam os usuários a acompanharem o uso de água em seu imóvel.

Por meio do aplicativo da empresa, criado com a função “Leitura Fácil”, os moradores podem realizar a autoleitura de seu hidrômetro e verificar seu consumo mensal. Além disso, a nova tela “Entenda sua conta” detalha o valor cobrado em cada fatura e o usuário pode solicitar a 2ª via da conta quando necessário. Em “Notificar um problema” é possível reportar a empresa sobre vazamentos e falta de água e solicitar serviços.

Os moradores cadastrados no aplicativo anterior da empresa, o OApp, devem excluir o aplicativo antigo e instalar a nova versão, BRK Ambiental, disponível gratuitamente nas lojas de aplicativo virtual. Os usuários não precisam realizar outro cadastro no aplicativo BRK Ambiental, pois o e-mail e a senha permanecerão os mesmos do aplicativo anterior.

Clientes da BRK Ambiental podem obter segunda via pelo Facebook

Assim como no aplicativo, clientes cadastrados no site da BRK Ambiental também podem retirar a segunda via de suas faturas em aberto de maneira prática através do Facebook. Basta escrever #SegundaViaBRK, informar o CPF cadastrado no site e enviar para o chat da página da BRK Ambiental no Facebook. O sistema informará o cliente caso ele não tenha fatura em aberto com a empresa.

 

A Saneatins realizou uma oficina de teatro com alunos da turma do 5º ano, da Escola de Tempo Integral Anísio Spínola Teixeira. Com duração de quatro dias, a atividade foi permeada de ensinamentos sobre preservação ambiental e uso consciente dos recursos naturais.

Os jovens experimentaram a combinação de teoria e prática do ensino teatral e resultou em uma apresentação final, criada e encenada por eles. “Eles participaram de toda a concepção da apresentação, até a escolha do tema Salve o Verde da Mata, onde puderam encenar situações do cotidiano na relação do homem e os bons hábitos que se deve praticar para ter um meio ambiente saudável”, explica a instrutora, Ana Isabel, que ministrou a oficina.

Para o supervisor de Cultura, João Abrantes, ter profissionais da área de artes cênicas em contato com os alunos é uma oportunidade de grande aprendizado, que reflete em projetos futuros para a escola. “Queremos dar continuidade ao trabalho desenvolvido com as crianças. A proposta é ter um grupo de teatro com os alunos que já demonstram interesses e carinho pelas artes”, destaca.

O gerente regional da Saneatins em Palmas, Rodrigo Lacerda, reforça que esse tipo de iniciativa ajuda a educar a população para o bom uso dos equipamentos de saneamento. “Quando as crianças entendem a importância de usar a água sem desperdício levam o aprendizado para a rotina da casa. Isso influencia também o comportamento dos demais moradores.”, pontua.

As oficinas de teatro oferecidas pela Saneatins estão programadas para acontecer em mais seis escolas municipais de Palmas dentro do cronograma que segue até junho deste ano.

As lojas da Odebrecht Ambiental | Saneatins passarão acesso à internet gratuita para todos os consumidores durante atendimentos nas lojas da empresa. A medida já está em curso e a iniciativa contempla o avanço no atendimento digital da concessionária que possui o aplicativo Oapp, disponível também gratuitamente para smartphones, e que dispõe de informações ao cliente que vão desde a emissão de segunda via de faturas, passando por todo o cadastro de pagamento, até a solicitação de serviços e avisos de manutenções.

Através do Oapp o morador pode acessar todo o seu cadastro, incluindo histórico de pagamento, pode emitir segunda via de suas faturas e também solicitar serviços, informar sobre problemas e vazamentos e denunciar casos de fraudes ou outras irregularidades. A empresa também disponibiliza informações em seus perfis nas principais redes sociais e também através de seu site: www.odebrechtambiental.com/tocantins

Paraíso

Os moradores de Paraíso do Tocantins passam a contar com mais comodidade ao utilizar os serviços da Odebrecht Ambiental | Saneatins na cidade. A loja de atendimento ao público, localizada na Rua L-33 no Setor Serrano I, já está disponibilizando o acesso gratuito à internet.

A disponibilização de acesso gratuito à internet nas lojas de atendimento da empresa continuará s expandido para outras cidades. O acesso nas lojas também poderá facilitar a atualização cadastral dos moradores de cada localidade.

A prática de furtar água é crime e traz consequências para toda a sociedade. Os números consolidados de 2016 desta prática mostram que os sistemas de abastecimento de diversas cidades no Tocantins são cotidianamente prejudicados por fraudadores. O resultado é que somente nas 47 cidades operadas pela Odebrecht Ambiental | Saneatins o rombo causado chega a R$ 33 milhões.

Palmas encabeça a lista de cidades onde o furto de água causa mais danos. Na Capital, são mais de 2 bilhões de litros de água furtados em um ano, prejuízo que chega à casa de R$ 12,4 milhões.   Araguaína (R$ 5,3 milhões), Porto Nacional (R$ 2,9 milhões), Gurupi (R$ 2,4 milhões) e Paraíso do Tocantins (R$ 2,02 milhões) completam a lista das cinco cidades do Tocantins no ranking do furto de água.

Em levantamento prévio, com dados de 2016, a Odebrecht Ambiental | Saneatins, companhia responsável pelo serviço de abastecimento de água tratada e coleta e tratamento de esgoto encontrou, por meio da equipe “Caça-Fraude”, um total de 4.923 fraudes em unidades de consumo de água. As irregularidades vão desde a adulteração do hidrômetro até a utilização de engenharia, com encanamentos que desviam a água.

Prisões

Com o apoio da Polícia Civil, os casos de fraudes reportados pela Odebrecht Ambiental | Saneatins tem se convertido em prisões em flagrante dos responsáveis pelos crimes.

 

A Capital mais jovem do Brasil é uma das cidades com melhor desempenho na disponibilização de serviços de saneamento para a população. Palmas (TO) conseguiu nos últimos anos atingir o patamar da universalização do serviço de coleta de esgoto com mais de 86% da cidade coberta pelo benefício. Um contraponto à Região Norte do Brasil onde menos de 10% do esgoto é coletado. Ainda como diferencial, em Palmas como nas outras cidades tocantinenses que têm a Odebrecht Ambiental como concessionária, todo o esgoto coletado é tratado antes de ser devolvida à natureza.

O Instituto Trata Brasil (ITB), entidade que acompanha o desenvolvimento do saneamento no Brasil, deu o reconhecimento à Palmas em seu último levantamento sobre os índices do setor. De acordo com o ITB, Palmas foi a cidade que teve o maior investimento per capita em saneamento e também que mais avançou na ampliação da cobertura com redes de esgoto. Só em 2016 foram mais de 290 km de redes implantadas.

Confira o material sobre a cidade publicado no site do ITB: http://www.tratabrasil.org.br/capital-mais-jovem-do-brasil-e-referencia-no-norte-em-saneamento-basico

 

 

 

O ano de 2017 começa com uma ótima notícia para os moradores do Setor Santo Amaro e das Quadras 604 Norte e 504 Norte. As obras de expansão da rede de coleta de esgoto na região foram finalizadas e os cerca de 3,5 mil moradores que vivem nos bairros poderão realizar suas ligações residenciais e dar adeus às fossas e aos problemas de saúde relacionados à falta de esgotamento sanitário adequado, como a proliferação de insetos a partir da água servida direcionada às rua.

Foto Danilo

Um dos moradores beneficiados com o serviço é Danilo Bueno de Carvalho, morador da Quadra 604 Norte, e que vê na chegada da rede de esgoto mais prevenção contra problemas de saúde. “Sou do interior de Goiás e em minha antiga cidade o sistema de esgoto foi implantado após um sério problema de saúde”. Para ele, “existe a questão do custo do serviço, mas se pensar no benefício e nas gerações futuras, que vão ser mais beneficiadas, vale a pena”.

As obras fazem parte do plano de investimento do Sistema de Esgotamento Sanitário de Palmas que tem avançado nos últimos anos e possui atualmente índice de atendimento de 84%, permitindo a universalização dos serviços no ano de 2016. Em Palmas, como nas outras cidades operadas pela Odebrecht Ambiental | Saneatins no Tocantins, 100% do esgoto coletado é tratado. A cidade conta com seis Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) que realizam os processos necessários para que o esgoto seja enviado à natureza sem apresentar riscos à saúde ou ao meio ambiente.

De acordo com Rodrigo Lacerda, gerente regional da Odebrecht Ambiental | Saneatins em Palmas, com o fim da implantação da rede, o trabalho agora é para comunicar a população das datas para realização da ligação à rede e informar sobre os cuidados com a rede de esgoto, além de avisar sobre a realização das obras para caixa de ligação residencial à rede, feita pela concessionária, no valor de R$ 244,65 e dividida em até 12 vezes na fatura pelos serviços de água e esgoto. “Nossas equipes irão até cada morador para fazer essas comunicações. É muito importante que o morador só faça a ligação à caixa após a devida autorização, que será dada justamente nestas visitas”, explica.

Foto Xinguara Site

Foi inaugurada na última sexta-feira, 24, uma barragem com capacidade para atender todo o município de Xinguara, na região Sul do Estado, pelos próximos 30 anos. A obra represa a água do Córrego Caracol e vai servir para manter a captação para o tratamento de água durante todo o ano.

Para José Manoel Alves Júnior, gerente regional  da Odebrecht Ambiental empresa responsável pela Operação do sistema de tratamento e distribuição de água na cidade, a obra representa o esforço conjunto de comunidade, poder público e concessionária. “Sem todo esse apoio seria impossível realizar tudo isso”, pontua. Com área alagada de mais de 30 hectares, a barragem vai garantir atendimento para os moradores da cidade acompanhando o crescimento que virá com o tempo.

A obra, que conta com recursos de empréstimo junto à Caixa Federal, foi realizada pela empresa concessionária e segue planejamento do Município. Para o prefeito Osvaldinho Assunção, os benefícios para a população de Xinguara serão, principalmente, em Saúde. “Sabemos que Saneamento Básico é Saúde. Com mais moradores abastecidos com água tratada, diminuiremos ainda mais os casos de adoecimento, principalmente em crianças e idosos”, explica.

 

Ampliação da rede

 

Além da ampliação da capacidade hídrica, com a nova barragem, também foram entregues as obras de extensão de rede de abastecimento de água tratada em parte do Setor Marajoara II. Cerca de 350 moradores que receberam o benefício. Os avanços no abastecimento da cidade caminham a passos largos.

 

Hoje, são quase 6 mil ligações residenciais em todo o município. O atingimento da meta de universalização já foi alcançado em dois distritos da cidade: Rio Vermelho e São José. Além das obras que serão entregues, outros investimentos já realizados em Xinguara para melhoria do abastecimento incluem a instalação de duas novas adutoras, tubulações de grande porte para distribuição de água e também a construção de um grande reservatório com capacidade para 1,5 milhão de litros de água.

 

POST-site_almoco_av_to (2)

 

A Avenida Tocantins, importante via comercial de Palmas, receberá obra pra ampliação da rede coletora de esgoto. Com isto, o benefício será estendido a diversos comerciantes instalados na região. O anúncio da obra foi realizado nesta quinta-feira.

Para Maria Perpétua do Socorro, dona de restaurante na Avenida Tocantins, a chegada do serviço representa o fim de um transtorno. "A gente já estava sofrendo buscando caminhão limpa-fossa e não tava encontrando. Que bom que tudo isso vai ficar para trás agora", comemora.

Região Sul

Os avanços nos últimos anos na região Sul da Capital beneficiam mais de 100 mil moradores. Foram construídas três novas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE Santa Bárbara, ETE Santa Fé e ETE Taquari) e construídos mais de 240 km de rede coletora.

Juntas, as três novas ETEs têm capacidade de tratar 60 litros de esgoto por segundo. Todo o esgoto coletado na Capital é tratado, garantindo que somente efluente tratado seja devolvido à natureza.

foto mario

Na manhã desta terça-feira, os moradores do Setor Jardim Taquari, em Palmas, receberam autorização para realizar as ligações residenciais, em um total de 1500 residências, à rede de esgoto implantada nas Quadras T-20, T-21, T-22 e T-23. A ação se une às inaugurações de três Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) na Região Sul da Capital e à construção e ampliação da rede coletora de esgoto, obras que geram um benefício direto a mais de 100 mil palmenses.

Em evento realizado no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do bairro, o diretor-presidente da Odebrecht Ambiental | Saneatins, Mario Amaro, acompanhado do prefeito de Palmas, Carlos Amastha e demais autoridades municipais, destacou a importância do ritmo adotado para obtenção dos índices de atendimento demonstrados pela Capital. "Enquanto em outros lugares se fala da crise para evitar investimentos em saneamento, em Palmas temos um cenário diferente que vai levar a cidade ao patamar de primeira capital do Brasil a ter universalizado seu atendimento de esgoto para a população", frisou.

Para  Amastha, que comemora o atingimento das metas estabelecidas para o serviço de coleta e tratamento de esgoto, o valor mais importante se dá no ganho de saúde e qualidade de vida dos moradores. "Estamos falando de qualidade de vida, de evitar nossas crianças brincando em meio ao esgoto. Isso é que é o ganho real".

Pequenos vazamentos podem se tornar verdadeiros vilões da fatura se não forem percebidos a tempo. Segundo o instituto Trata Brasil, uma única torneira pingando perde em média, 46 litros/dia. Isso significa 1.380 litros de água tratada que são desperdiçados em um mês, isto pode resultar em mais de R$ 100,00 desperdiçados em um ano só com esse vazamento. Verificar com frequência se as instalações da casa estão em boas condições é uma maneira simples de evitar o desperdício e ainda poupar dinheiro.

A partir de março, com o reajuste anual, que será de 17%, a tarifa de água para a faixa de consumo de até 10 mil litros passará a ser de R$ 36,44. E o segredo para não ver a conta de água subir muito – e até economizar – é não abrir mão de todos os cuidados com o consumo e as instalações. Para os clientes enquadrados na Tarifa Social, que recebem um desconto de 69%, o valor a ser pago pelos mesmos 10 mil litros será de R$ 11,24.

Os cuidados vão desde a verificação das válvulas de descarga nos banheiros – já que a presença de água escorrendo constantemente nas privadas é justamente fruto de válvulas desreguladas – até a procura por pequenos vazamentos internos – mofo na parede, muitas vezes é sinal de um destes vazamentos. Para constatar esses vazamentos, um teste ideal consiste em, com a caixa d’água cheia, fechar todas as saídas de água da casa e conferir se o hidrômetro continua contabilizando a passagem de água. Testes feitos logo cedo pela manhã são os mais indicados.

Todos esses procedimentos são de responsabilidade do consumidor, já que se trata de verificação de instalações internas. Em caso confirmação de um vazamento, o consumidor pode, por conta própria, contratar um profissional para que faça o reparo ou pode também buscar os serviços da Odebrecht Ambiental | Saneatins pelo telefone 0800 6440 195. Em 2015, a concessionária realizou, em todo o Tocantins, 7.686 atendimentos desta natureza.

Dicas:

  • Com sua caixa d’água cheia, feche todos os registros e torneiras da casa e observe se o hidrômetro continua em atividade, assim é possível constatar se existe algum tipo de vazamento oculto;
  • Verifique com frequência se todas as torneiras, válvulas de descarga e bomba da caixa d’água estão reguladas ou precisam ser substituídas;
  • Observe se há sinais de mofo ou umidade nas paredes, teto ou piso;
  • Feche todas as torneiras e marque a caixa d’água o nível da água e, após 1 hora (no mínimo), verifique se ele baixou;
  • Em caso de vazamento, contrate uma empresa especializada ou a companhia de saneamento para realizar uma vistoria.

 

 

grupo estagiários

O futuro de uma organização está nas pessoas de talento que ela consegue formar. Esse pensamento norteia o Programa de Estágio desenvolvido pela Odebrecht Ambiental | Saneatins em suas unidades. Com o encerramento do ciclo 2015, o grupo de 25 estagiários das cidades de Palmas, Paraíso, Porto Nacional, Araguaína, Guaraí e Gurupi tiveram a oportunidade de demonstrar como transformaram o desafio de ingressar em um mundo corporativo em novos olhares e práticas empresariais.

Todos eles apresentaram seus trabalhos para uma banca que avaliou a capacidade dos jovens de implementar suas ideias. O trabalho vencedor foi “Reutilização da água dos ares-condicionados e do processo de destilação para limpeza de vidrarias”, pensado e realizado pelos estagiários Natanael Lima e Maria da Conceição, ambos acadêmicos de Ciências Biológicas, que desenvolvem suas atividades no Laboratório de Análises em Guaraí.

“Sempre víamos a grande quantidade de água residual que sobrava após a produção de água destilada. Isso nos alertou para a oportunidade de um projeto que pudesse ser aplicado, sem muitos custos, e com grande impacto”, explica Natanael.

Para a estagiária, Jéssica Minuzzi, 22 anos e acadêmica de engenharia civil, a experiência de pensar em ações e dar forma real a elas foi o que a motivou mais. “Primeiro eu tive que encontrar pessoas além da área que desenvolvo minhas atividades na empresa. Isso foi ótimo porque sei que no ambiente de trabalho precisamos desse tipo de interação. O ganho maior foi perceber que a viabilidade de uma ideia acaba definindo se ela é boa ou não. Tivemos que tirar do papel e realizar de fato”, pontua.

Para a responsável pelo programa de estágio, Thaís Alvares, o grupo de estagiários que participou do ciclo mostrou criatividade e capacidade de realizar. “O maior mérito desse processo é desenvolver o jovem para o mundo corporativo. Por isso, o essencial é que eles saibam demonstrar o seu diferencial em um ambiente que pede novas ideias com grande lastro de aplicabilidade”, define.

Projetos

1° Lugar
Reutilização da água dos ares-condicionados e do processo de destilação para limpeza de vidrarias
Unidade: Guaraí
Autores: Natanael Lima e Maria da Conceição

2° Lugar
Aplicativo para smartphone para a área Comercial
Unidade: Palmas
Autores: Anabel Saboia, Dayana Malickas, Danillo Ferré e Wainesten Camargo

3° lugar
Melhorias e Procedimentos do Controle Operacional da Região Sul
Unidade: Gurupi
Autores: Hugo Raphael Mendes da Silva e Natália Brenda Gonçalves

4° lugar
Acompanhamento e Controle de Investimentos
Unidade: Palmas
Autores: Pedro Henrique Padrão, André Lisboa e Alex Yoji

Help Odebrecht
Unidade: Palmas
Autores: Jéssica Minuzzi, Lucas Fernandes, Gustavo Pereira, e Lorrane Rodrigues

Substituição da lâmpada mista por led
Unidade: Palmas
Autores: Weyder da Silva Aguiar, Sebastião Carlos Vilela Neto e Maria Patrícia Branco

Otimização dos grupos geradores no consumo de energia em horário de ponta
Unidade: Araguaína
Autores: Railane Peres e Rafael Campelo

Modernizarção da fatura de água da O.AlSan
Unidade: Gurupi
Autores: Laurisvan Ferreira e Katiely Ferreira Lopes

Redução de Perdas – Distribuição e Qualidade
Unidade: Paraíso do Tocantins
Autores: Lilian Alves e Alipio Barbosa

Otimização dos grupos geradores no consumo de energia em horário de ponta
Unidade: Porto Nacional
Autores: Polyana Lopes da Silva e Leandra Pereira Gloria

ETE Taquari

A ampliação do sistema de tratamento de esgoto de Palmas ganhou nova etapa com a inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Taquari. A solenidade teve a presença do prefeito Carlos Amastha, do gerente Regional da Odebrecht Ambiental | Saneatins, André Alexandre Coelho, de autoridades e comunidade local.

A unidade se une às ETE Santa Bárbara e Santa Fé, já em atividade, e amplia a capacidade de atendimento da Região Sul da Capital beneficiando diretamente mais de 100 mil moradores. As três estações de tratamento têm capacidade de tratar 60 litros de esgoto por segundo, devolvendo 100% do efluente tratado para o meio-ambiente.

Para a moradora Valtônia Gonçalves, que há 12 anos vive no Setor Jardim Taquari, o atendimento com coleta e tratamento de esgoto "é um passo muito importante para a qualidade de vida no bairro". "A gente sabe que esgoto é saúde, é qualidade de vida. Vi com muita alegria essa inauguração hoje. O meu grupo de vizinhos já está comentando muito essa chegada do esgoto", disse Valtônia que também é líder comunitária no Taquari.

No setor Jardim Taquari a Odebrecht Ambiental | Saneatins realiza ainda as obras para finalização da rede coletora de esgoto na Quadra T-21, com conclusão prevista para o fim deste mês. Já receberam rede as quadras T-23 e T-22 e já foi implantado o coletor-tronco que levará todo o efluente para tratamento na ETE Taquari. A última quadra no setor a receber obras semelhantes será a Quadra T-20 com data para finalização dos trabalhos em janeiro de 2016.

São 290 quilômetros de redes coletoras que atenderão os bairros Taquari, Santa Bárbara, Bela Vista, Sol Nascente, Setor Sul, Santa Fé, Vale do Sol, Setor Canaã, Morada do Sol, Maria Rosa, Aureny IV, Irmã Dulce, Vila Piauí e Taquaralto. A expansão faz parte do plano de investimentos da Odebrecht Ambiental | Saneatins para a ampliação e modernização dos serviços de distribuição de água tratada e coleta e tratamento de esgoto na Capital.

 

FOTO SITE

A Faculdade Católica do Tocantins foi a primeira instituição a receber o selo "Aqui tem Água de Qualidade" oferecido pela Odebrecht Ambiental | Saneatins para empresas e instituições que participam do Programa Consumidor Sustentável. A iniciativa reúne capacitações quanto às boas práticas de consumo de água, vistoria de instalações em busca de vazamentos e monitoramento constante do consumo através de consultoria especializada.

Além disso, a equipe da Odebrecht Ambiental orienta os públicos do parceiro participante do programa sobre a importância de consumir água tratada oferecida pela rede de distribuição, que é constantemente monitorada para obedecer aos critérios de segurança estabelecidos pelo Ministério da Saúde. O hábito de consumir água de fontes alternativas, que não contam com o mesmo monitoramento. traz sérios riscos à saúde.

E durante a entrega da certificação, através de uma placa comemorativa, os acadêmicos das duas unidades da Faculdade Católica do Tocantins ouviram as orientações sobre a importância do consumo de água tratada de maneira diferente. Atores da companhia "A Barraca" encenaram um divertido diálogo. Teve também música na forma de repente.

 

PARA_SITE_DIA

A última sexta-feira, 23, foi especial para filhos e filhas de integrantes em Palmas. A criançada pôde visitar a Estação de Tratamento (ETA) 006, responsável pela maior parte do abastecimento de água tratada na Capital, e conhecer todos os processos que garantem a qualidade e quantidade de água para os palmenses. E não foi só isso! Também aconteceram brincadeiras e palestras, tudo na companhia dos pais e mães que participaram da atividade.

acileide

Para Acileide Amaral, integrante da área de contabilidade, a experiência de levar os pequenos Rubi e Gabriel, de oito e seis anos, respectivamente, para conhecer um pouco mais do trabalho foi muito boa. “Foi uma tarde inesquecível.”.

A própria Rubi explica como foi o dia de diversão “Foi muito bom, me diverti muito, além de aprender que não devemos jogar lixo na água e preserver a natureza”.

POST SITE

Uma palestra conduzida pela presidente da Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer, Edineide Cardoso, trouxe aos integrantes da Odebrecht Ambiental | Saneatins a oportunidade de conhecer um pouco mais o trabalho desta entidade que se dedica a auxiliar mulheres que lutam contra o câncer, também apoiando famílias e oferecendo ajuda durante o tratamento da doença. Além disso, a Liga incentiva mulheres a realizar os exames preventivos que detectam o câncer de mama e o câncer de colo do útero, responsáveis pelos maiores índices entre mulheres.

Duranta a palestra, Edineide repassou aos integrantes as técnicas para realizar o auto-exame das mamas, essencial para que mulheres possam detectar o aparecimento de nódulos nos seios e procurar orientação médica. Além da palestra, foram doados pelos integrantes da concessionária material higiene pessoal para campanha conduzida pela Liga para ajudar pacientes com câncer que estão em tratamento nos hospitais do Estado.

 

 

para site

Os integrantes da Odebrecht Ambiental | Saneatins incorporaram o sentimento do Outubro Rosa e vestiram, literalmente, a iniciativa!

Como forma de conscientização, o dia de hoje foi dedicado a incentivar as mulheres a se prevenir contra o aparecimento da doença. O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, outros não.

Tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma, o câncer de mama responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano.
Em 2015, para o Brasil, são esperados 57.120 casos novos da doença. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer é o mais frequente nas mulheres das regiões Sudeste, Sul, Centro-Oeste e Nordeste. Na região Norte, é o segundo mais incidente.

Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

foto site

Um grupo de estudantes participou, nesta terça-feira, de uma ação em alusão ao Dia da Árvore, comemorado nesta semana. A equipe de integrantes da Estação de Tratamento de Água (ETA) 006 preparou um plantio de mudas e contou com a ajuda dos alunos para espalhar mais verde pelo espaço da estação de tratamento.

A Maria Clara, de 11 anos, gostou da iniciativa e definiu bem a importância do cuidado com as árvores. "Elas nos dão oxigênio, evitam erosão e ainda servem como uma decoração bonita", explicou ela que botou a mão na massa e foi ela mesma plantar uma das mudas distribuídas.

O grupo de alunos ainda assistiu à vídeos sobre o meio-ambiente e os mananciais que produzem a água para a população e visitaram as instalações da estação como parte do Programa Portas Abertas desenvolvido pela Odebrecht Ambiental | Saneatins.

 

POST TAQUARI

Foram lançadas hoje obras da expansão da rede coletora de esgoto no Setor Jardim Taquari, na região Sul da Capital. As Quadras T-20 e T-21 fecharão a implantação no setor completarão a expansão que faz plano de investimentos da Odebrecht Ambiental | Saneatins para a ampliação e modernização dos serviços de distribuição de água tratada e coleta e tratamento de esgoto na Capital. A solenidade de lançamento das obras aconteceu na residência do prefeito Carlos Amastha no bairro e contou com a assinatura da ordem de serviço.

Nos últimos meses, a região Sul da Capital tem recebido diversos investimentos em esgotamento sanitário. As Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) Santa Fé e Santa Bárbara, já em operação, e a ETE Taquari, que deve iniciar operação em outubro, serão responsáveis por beneficiar 100 mil pessoas na região com coleta e tratamento de esgoto.

Além da implantação das redes nas quadras, como as já concluídas nas quadras T-22 e T-23, o Setor Jardim Taquari também vê em fase de conclusão a instalação do coletor-tronco que levará todo o efluente para tratamento na ETE Taquari.

Para o prefeito, os ganhos para a população serão percebidos rapidamente. “Estamos fazendo o que é preciso para que os moradores da Região Sul de Palmas possam ter qualidade de vida, saúde, através da universalização do nosso saneamento básico", explicou Amastha.

Conforme o município, os 290 quilômetros de redes coletoras, já em implantação, atenderão os bairros Taquari, Santa Bárbara, Bela Vista, Sol Nascente, Setor Sul, Santa Fé, Vale do Sol, Setor Canaã, Morada do Sol, Maria Rosa, Aureny IV, Irmã Dulce, Vila Piauí e Taquaralto.

Qualidade

Para o Diretor-Presidente da Odebrecht Ambiental | Saneatins, Pablo Andreão, o trabalho tem avançado em ritmo acelerado e os ganhos para a população serão percebidos rapidamente. “A entrega e a operação da ETE Santa Fé e da ETE Santa Bárbara e esse novo conjunto de obras mostra o empenho da Prefeitura e da Odebrecht Ambiental | Saneatins para fazer da nossa cidade uma referência no País em prestação de serviços de saneamento com qualidade e abrangência. Quem ganha é toda a população das regiões beneficiadas", explicou Pablo.
As três estações de tratamento terão capacidade de tratar 60 litros de esgoto por segundo. Segundo Andreão, a expansão da coleta e tratamento de esgoto é um desafio. “Sem deixar de avançar em outras regiões, conseguimos antecipar o cronograma de atendimento da Região Sul e, com o início da operação das novas estações, vamos garantir um salto na qualidade de vida da população, com mais saúde e respeito ao meio ambiente”, comentou o diretor.

 

 

foto site guarai

Em Guaraí, aproximadamente 46 proprietários de estabelecimentos comerciais do ramo de alimentação, reuniram com integrantes da Odebrecht Ambiental | Saneatins e com servidores da Vigilância Sanitária para receber orientações importantes sobre o uso da água tratada na preparação de alimentos e os riscos do consumo de água provenientes de fontes alternativas como poços artesianos e cisternas.   Estas formas de consumo não têm as mesmas garantias de qualidade presentes no abastecimento de água tratada, que obedece à normas de potabilidade do Ministério da Saúde.

Para Karoline Poletto, responsável operacional da Odebrecht Ambiental | Saneatins em Guaraí, a iniciativa tem ganhos diretos. “O comerciante quer sempre oferecer o melhor produto ou serviço à seu cliente e nós estamos prontos para ajudar ele a cumprir essa tarefa dispondo dessas orientações sobre a qualidade da água”, afirma.

O encontro foi realizado pela equipe de Vigilância Sanitária em comemoração ao Dia Nacional da Vigilância Sanitária (05/08). Na ocasião, a engenheira Eliandra Barros, da Odebrecht Ambiental | Saneatins, repassou aos comerciantes as informações sobre o serviço de abastecimento de água da cidade de Guaraí bem como os procedimentos de controle da qualidade realizado pela concessionária.

Os comerciantes interessados em se ligar à rede de abastecimento de água devem procurar a loja de atendimento da Odebrecht Ambiental | Saneatins, localizada na Rua 3 esquina com a Avenida Goiás. O horário de atendimento é das 14h às 18h. Mais informações também podem ser obtidas ao ligar para o 0800 6440 195, que funciona 24h.

 

foto site 2

Em mais uma parceria proporcionada pelo Programa Consumidor Sustentável, a equipe de servidores da Defensoria Pública do Estado do Tocantins recebeu a orientação de integrantes da Odebrecht Ambiental | Saneatins que, em palestra realizada na última sexta-feira, repassaram algumas orientações quanto ao bom uso da água tratada durante as atividades no órgão.

De acordo com o responsável pelo relacionamento com grandes consumidores em Palmas da Odebrecht Ambiental | Saneatins, Irancildo Nunes, na oportunidade também foram apresentadas as etapas do programa. “Além das orientações, iremos realizar vistoria nas instalações hidráulicas do prédio da Defensoria, em busca de possíveis pontos de vazamento, e também acompanhar o consumo de água analisando os dados para descobrir o perfil de consumo do órgão”, explicou.

Grandes Consumidores

O programa Consumidor Sustentável trabalha com a conscientização dos grandes consumidores entre os usuários atendidos pela Odebrecht Ambiental | Saneatins, o foco está na mudança de comportamento durante o uso da água para evitar desperdícios rotineiros e também no monitoramento constante do consumo.

 

WP_20150520_002 - Copiar

Cerca de 40 comerciantes da cidade de Colinas, na região Norte do Estado, receberam orientações da equipe de Vigilância Sanitária na cidade. Uma palestra direcionada à proprietários de estabelecimentos que manuseiam ou preparam alimentos, como padarias, restaurantes, hotéis e lanchonetes, reforçou a necessidade de cumprimento da Portaria nº 2.914 do Ministério da Saúde que normatiza o uso de fontes alternativas de água.

Na oportunidade, os comerciantes também puderam ouvir integrantes da Odebrecht Ambiental | Saneatins que falaram sobre a qualidade da água distribuída na cidade e apresentaram os meios para promover a ligação do estabelecimento comercial à rede.

Os comerciantes também foram informados sobre a necessidade da apresentação da Declaração de Fornecimento de Água Tratada, emitida pela Odebrecht Ambiental | Saneatins, para a emissão e renovação do Alvará de Funcionamento dos estabelecimentos.

A gerente da Regional Norte da Odebrecht Ambiental | Saneatins, Sandra Leal, destacou a oportunidade de apresentar aos empresários os procedimentos para a regularização a partir da ligação com a rede de água tratada.

Para Sebastião Eterno, dono de uma churrascaria na cidade, a palestra serviu “para passar muitas informações importantes”. “Aproveitei para regularizar a situação do meu comércio. Foi ótimo”, afirma.

Os comerciantes interessados em obter mais informações sobre o processo para pedir ligação à rede de água tratada podem ligar para o 0800 6440 195.

 

foto para site lago azul

No último sábado, 16, a comunidade araguainense se uniu e realizou uma nova etapa do processo de limpeza do Lago Azul, um dos cartões postais naturais da cidade. Assim como na primeira etapa, realizada no dia 7 de março, foram recolhidas mais de três toneladas de lixo das águas do lago. Com isso, mais de seis toneladas de lixo já foram retiradas,  ajudando no processo de despoluição do meio ambiente.

A ação faz parte do Projeto de Revitalização “Lago Mais Azul: eu faço parte!”, promovido pela Prefeitura Municipal e Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara), através da Comissão Permanente de Trabalho, formada por 20 entidades e órgãos ligados ao meio ambiente, dentre eles a Odebrecht Ambiental | Saneatins.

Nesta segunda etapa da limpeza participaram também moradores que se inscreveram para a coleta de lixo em embarcações. A estimativa foi de que cerca de 150 pessoas se juntaram às entidades parceiras. A ação está prevista para acontecer em novas etapas, desta vez com a ampliação do trabalho de preservação ambiental com a inclusão de plantio de mudas e também de atenção aos principais afluentes do lago.

Foto-jovens site

 

É desde cedo que se aprende a desenvolver as atividades profissionais com competência e prontidão! E, na Odebrecht Ambiental | Saneatins, são muitos os jovens que trabalham como aprendizes e têm a oportunidade de adquirir experiência e ganhar conhecimento em diversas funções administrativas.

De acordo com Thaís  Assis, responsável pelo programa de Jovens Aprendizes, em todo o Tocantins são 57 jovens inseridos nas atividades empresariais. "Para a empresa é ótimo contar com a disposição e a capacidade de assimilar novas tarefas que os mais jovens têm. Também é interessante perceber como a cultura organizacional pode ser repassada e passar a fazer parte do cotidiano de pessoas que, futuramente, venham a ser integrantes da Odebrecht", explicou.

Ainda segundo Thaís, a Odebrecht Ambiental | Saneatins firma parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) e com a Rede Nacional de Aprendizagem (Renapsi) para buscar os jovens para atuar na empresa. "Pela lei, todo jovem entre 14 e 24 pode se candidatar à uma vaga no Programa Jovem Aprendiz. Para isto, basta levar seu currículo a um dos parceiros, como o CIEE ou a Renapsi para participar de seleção".

Para Kelita Alves, 16 anos, a experiência em participar do programa tem sido gratificante. "É uma experiência muito incrível. Conto com a ajuda de todos os integrantes com quem trabalho para trabalhar e ganhar cada vez mais confiança e conhecimento profissional", conceitua.

 

FOTO 2 - Encontro Sesau

Na manhã desta quarta-feira, integrantes da Odebrecht Ambiental | Saneatins promoveram um encontro com servidores da Secretaria Estadual da Saúde (Sesau) para dialogar sobre o programa Consumidor Sustentável, iniciativa da concessionária que busca repassar boas práticas para a utilização da água tratada complementadas por ações de busca por vazamentos e por monitoramento.

Conduzindo o momento de interação, o engenheiro ambiental Daniel Lima, responsável por grandes consumidores, hidrometria e pela Central de Controle Comercial da Odebrecht Ambiental | Saneatins, explicou as fases do programa Consumidor Sustentável e conversou com os servidores públicos sobre os hábitos que podem ser mudados para evitar desperdício de água tratada. Também participou da atividade a gerente comercial da concessionária, Uilma Holanda.

Para a assessora especial da Sesau, Marisiane Balestrin, o momento de interação e diálogo teve propósito duplo. “A Sesau tem a meta de redução de custos de água e energia, entre outros, mas também temos a pretensão de que os servidores repliquem os conhecimentos sobre redução de gastos em suas casas”, afirmou. Marisiane aproveitou para dar o pontapé inicial em outra ação do programa: a fixação de adesivos próximos às torneiras incentivando o consumo racional (foto).

As palestras continuarão durante esta quinta-feira e culminarão na entrega de um certificado de Consumidor Sustentável para a Sesau. O programa Consumidor Sustentável também é aplicado a outros grandes consumidores como restaurantes, hotéis, órgãos públicos e indústrias.

encerramento site

Na última sexta-feira, 27, as crianças da Escola Eurídice Ferreira de Mello, no Jardim Aureny III, em Palmas, receberam muito bem a trupe teatral do Projeto Odebrecht Ambiental | Saneatins de Teatro para o encerramento das apresentações da peça Vida Secas. A iniciativa rodou o Tocantins, durante a 6ª Semana da Água, levando mensagens de preservação ambiental e uso consciente da água.

Na última apresentação da série não faltou empolgação nem gente disposta a ouvir a história sobre o que pode acontecer em um ambiente sem a disponibilidade de água de boa qualidade. Cerca de 500 estudantes formaram a plateia.

A peça também passou pelas cidades de Araguaína, Guaraí, Gurupi, Paraíso do Tocantins e Porto Nacional. Em todas essas cidades, as apresentações foram gratuitas e direcionadas aos estudantes das redes municipais e estadual de ensino.

 

 

 

foto blitz Palmas

Hora do rush em Palmas e o trânsito parado,mas foi por um bom motivo! Por volta do meio dia, integrantes da Odebrecht Ambiental | Saneatins repassaram informações importantes aos motoristas palmenses que passavam pelo cruzamento da Avenida LO 01 com a Avenida Theotônio Segurado.

No material informativo distribuído foram dadas dicas de como evitar o gasto desnecessário de água, como contribuir para manter os mananciais limpos entre outras ações fáceis e eficazes. Além disso, uma sacolinha de câmbio, própria para colocar o lixo, foi distribuída para os motoristas. Isso evita que o lixo vá parar nas ruas e dá uma força para combater a poluição.

E tem mais! A ação aconteceu simultaneamente em todas as 47 cidades que a Odebrecht Ambiental | Saneatins atua. É para levar a todo o Tocantins a mensagem de ouro desta Semana da Água: Vamos pensar, refletir e agir para manter nosso grande potencial hídrico limpo!

 

foto guarai site

A manhã desta sexta-feira foi especial para as crianças de Guaraí, na região Norte do Estado, que puderam assistir à peça Vidas Secas, por meio do Projeto Odebrecht Ambiental | Saneatins de Teatro. A caravana teatral que rodou o Tocantins teve palco desta vez no Ginásio Dr. Pedro Zanina.

Lá, cerca de 700 estudantes das redes estadual e municipal de ensino assistiram ao desenrolar da história de personagens afligidos pela falta de água e puderam relacionar o conteúdo à práticas que podem ajudar, no seu dia-a-dia, a evitar o desperdício e proteger os mananciais.

Guaraí foi a penúltima cidade a receber a peça que passou ainda por Gurupi, Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Araguaína e vai chegar a Palmas também nesta sexta-feira.

 

foto araguaína site

A peça de teatro Vidas Secas, parte do Projeto de Teatro Odebrecht Ambiental | Saneatins, chegou na última quinta-feira, 26, a Araguaína, no Norte do Estado. Lá, cerca de 500 estudantes da Escola Municipal Dr. Simão Lutz Kossobutzki puderam entrar em contato com uma mensagem importante: a necessidade de preservar nossas fontes de água para evitar um cenário grave de escassez.

A encenação é parte de uma série de ações realizadas durante a 6ª Semana da Água, que mobilizou todo o Tocantins em discussões e reflexões sobre medidas socioambientais para cuidar da natureza e gerar iniciativas de consumo cada vez mais sustentável da água.

Araguaína foi uma das cidades a receber a caravana teatral que passou também por Porto Nacional, Gurupi, Paraíso do Tocantins e chegará a Guaraí e Palmas.

Paraiso_semana_da_agua_site

Em Paraíso do Tocantins, a quarta-feira foi dedicada às discussões sobre os cuidados com a água com a realização de duas apresentações da peça Vida Secas, pelo Projeto de Teatro Odebrecht Ambiental | Saneatins. A encenação aconteceu em dois horários, 9h00 e 15h00, no Ginásio de Esporte Durval Ribeiro, no setor Pouso Alegre.

Pela manhã, 225 estudantes assistiram à peça e puderam ouvir. no relato dos atores, as dificuldades de sobreviver em um ambiente sem o fácil acesso à água. Para a aluna Ana Clara, de 10 anos, a mensagem foi direta.  “Cuidar da água para não faltar, ela tem fim. Esse teatro e foi muito bom e engraçado e faz parte do nosso dia a dia, gostei muito”, afirmou.

A próxima parada da caravana é a cidade de Araguaína, no Norte do Estado, na Escola Municipal Dr. Simão Lutz Kossobutzki com apresentação marcada para às 15h00 da quinta-feira.26. Na sexta, a trupe segue para Guaraí onde se encerram as apresentações com sessão às 8h00.

Pablo_

 
Evento de abertura oficial da 6ª Semana da Água contou com falas sobre a necessidade de monitorar nossos recursos hídricos para prevenir perdas e usar melhor esse bem.
 

A 6ª Semana da Água, com tema Água e Sustentabilidade em tempo de escassez, teve sua abertura oficial realizada na manhã desta quarta-feira, 25, com palestras e discussões realizadas no auditório do Tribunal de Contas do Estado. Na ocasião, o diretor presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo, falou sobre a necessidade de monitorar nossos recursos hídricos para evitar os casos extremos de seca ou cheias excessivas.

Também estiveram presentes o governador do Estado, Marcelo Miranda e o diretor presidente da Odebrecht Ambiental | Saneatins, Pablo Andreão, que expôs o cenário enfrentado na região sudeste do país, afligida por uma seca, apresentando previsões para o ano de 2030, que trazem a possibilidade de falta de abastecimento para 40% da população mundial. "Esses dados são muito preocupantes. E nós, aqui no Tocantins, não podemos deixar de lado em função da nossa abundância de água. Nós da Odebrecht Ambiental | Saneatins, junto com os governos do Estado e de municípios, fazemos parte do desafio de levar saneamento para 47 cidades do Tocantins. Hoje, já fornecemos água para 1 milhão de habitantes e continuamos investindo nesse serviço", afirmou.

Andreão também destacou o fato de que o Tocantins figura como o estado das regiões Norte e Nordeste com o menor percentual de perda de água. "Mesmo com a grande disponibilidade de água, não estamos deixando de lado a agenda de combater o uso não sustentável e o desperdício", explicou. Em relação aos serviços de esgoto, Andreão pontuou que o Tocantins trata 100% do esgoto coletado, atendendo 40% da população do Estado e com a perspectiva de dobrar esse percentual nos próximos anos.

Para o diretor presidente da ANA, a situação de escassez que vive o Sudeste do país abre uma grande oportunidade: a possibilidade de trazer o problema para as discussões do cotidiano promovendo a consciência social sobre o assunto. "É preciso ter um compromisso com a manutenção permanente da qualidade e da quantidade de água. Não podemos esperar que algumas chuvas e que as abundâncias regionais façam parecer que o esse problema [escassez da água] não vá surgir ou não exista", explicou.

No evento ainda foi assinado um documento que firma parceria entre o governo estadual e a ANA para estabelecer mecanismos de vigilância e monitoramento das fontes de água no Estado. O evento continua durante todo o dia de hoje, com palestras e mesas de diálogo. ​

25_03_2015_12_02_45

 

foto visita ETE usar site

Na manhã de hoje, como parte das atividades da 6ª Semana da Água, um grupo de 19 alunos do 6º ano da Escola Municipal Darcy Ribeiro, de Palmas, visitou a Estação de Tratamento de Esgoto Norte. Lá, eles tiveram a oportunidade de conhecer o sistema de tratamento. A iniciativa acontece através do Programa Portas Abertas, uma ação da Odebrecht Ambiental | Saneatins que busca apresentar à população as ações de cuidado com a água e o meio ambiente.

A Professora Maria Benati, que acompanhou os alunos, enfatizou da importância do Programa Portas Abertas. “Os alunos compreendem de uma forma mais fácil o processo de tratamento de esgoto, visualizando na prática uma estação, é uma forma de conscientizar a comunidade para preservação dos recursos naturais.”

Também participaram da visita, o engenheiro Ambiental Thiago Oliveira Bandeira e a bióloga Adriana Barbosa da  Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Tocantins (Semarh).

Na tarde de hoje, será a vez de produtores rurais do entorno da Capital visitarem a Estação de Tratamento de Água (ETA) 006, também dentro do Programa Portas Abertas.

 

 

nova

Hoje foi a vez dos alunos das redes municipal e estadual de ensino em Porto Nacional assistirem a encenação Vidas Secas, inspirada na obra de Graciliano Ramos, que narra as dificuldades da vida em função da falta de água. A peça é apresentada pelo  Projeto de Teatro Odebrecht Ambiental | Saneatins e faz parte do cronograma de ações da 6ª Semana da Água.

Para Karlos Expedito Ferreira de Souza, 9 anos, a peça trouxe ensinamentos valiosos. "Foi bem legal, a mensagem que recebi que devemos cuidar da água principalmente para nossa saúde".

Amanhã a encenação segue para a cidade de Paraíso do Tocantins, que contará com dois horários para apresentações, 9h00 e 15h00,  no Ginásio de Esporte Durval Ribeiro. Na quinta-feira será a vez de Araguaína, com palco  na Escola Municipal Dr. Simão Lutz Kossobutzki, às 15h00.

 

Peça Gurupi 2

Os estudantes da Escola Municipal Antônio de Almeida Veras, em Gurupi, puderam nesta segunda-feira, 23, conferir a peça Vidas Secas, parte do Projeto de Teatro Odebrecht Ambiental | Saneatins que aborda as dificuldades enfrentadas a partir da falta de água. Cerca de 120 alunos, do 3º ao 9º ano, fizeram parte da plateia.

A iniciativa é parte de uma caravana que vai girar o Tocantins levando arte e conscientização ambiental a outros jovens, contemplando as comemorações da 6ª Semana da Água. Para a estudante Geidvânia Alves, de 15 anos, o espetáculo serviu como um alerta “para muita gente que desperdiça água e que não sabe que um dia vai faltar”.

Já Fabíola Preihs, coordenadora de Responsabilidade Socioambiental da Odebrecht Ambiental | Saneatins, a iniciativa de levar conscientização ambiental por meio do teatro só tem vantagens. “É lúdico, é leve, mas não deixa de dar o recado certeiro. O jovem atua como um multiplicador e discute os temas com sua família. Essa é sem dúvida a melhor forma de criar consciência ambiental”, afirma.

Amanhã quem recebe a apresentação é Porto Nacional. Toda a comunidade está convida a assistir à peça no Centro de Cultura Durval Godinho a partir das 9h00.

Confira as datas e locais das próximas atrações e demais atividades que acontecem durante a Semana da Água.

Dia 24 de março – Terça-feira

Peça Teatral em Porto Nacional

ONDE: Centro de Cultura Durval Godinho

HORÁRIO: 9h00

Visita a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Norte – Alunos da Escolha Municipal Darcy Ribeiro de Palmas

ONDE: ETE Norte

HORÁRIO: 8h00

Visita a Estação de Tratamento de Água (ETA) 006 – Grupo de Agricultores

ONDE: ETA 006

HORÁRIO: 14h00

Dia 25 de março – Quarta-feira

Abertura solene da Semana Estadual da Água

ONDE: Auditório do Tribunal de Contas do Estado

HORÁRIO: 8h00

Peça Teatral em Paraíso

ONDE: Ginásio de esporte Durval Ribeiro

HORÁRIOS: 9h00 e 15h00

Dia 26 de março – Quinta-feira

Peça Teatral em Araguaína

ONDE: Escola Municipal Dr. Simão Lutz Kossobutzki

HORÁRIOS: 15h00

Dia 27 de março – Sexta-feira

Blitz simultânea nas cidades atendidas pela Odebrecht Ambiental | Saneatins

ONDE: Todos os municípios atendidos pela Odebrecht Ambiental | Saneatins

HORÁRIOS: 12h00

Peça Teatral em Guaraí

ONDE: A definir

HORÁRIOS: 8h00

Encerramento na Escola de Tempo Integral Eurípedes Ferreira de Melo em Palmas

ONDE: ETI Eurípedes Ferreira de Melo no Aureny III

HORÁRIOS: 15h00

Iniciativa apoiada pela Odebrecht Ambiental |Saneatins incentiva a recuperação e preservação de áreas em torno do ribeirão

O Projeto Taquarussu: uma Fonte de Vida, iniciativa da Odebrecht Ambiental | Saneatins, em parceria com um grupo técnico multidisciplinar composto pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semades), pela Prefeitura de Palmas, contando com o apoio técnico e científico do Instituto de Conservação Ambiental The Nature Conservancy do Brasil (TNC), da Agência Nacional da Água (ANA), da Fundação Grupo Boticário, Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) e demais parceiros, publicou no dia 24 de dezembro o edital para inscrições de proprietários de terras da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Taquarussu interessados em se tornar “Produtores de Água”. O conteúdo do edital pode ser conferido nos sites da Odebrecht Ambiental | Saneatins (www.odebrechtambiental.com/tocantins) e do Projeto Taquarussu (www.projetotaquarussu.com.br). Serão realizados encontros presenciais com as associações de chacareiros da Bacia do Taquarussu. Os interessados têm o prazo de três meses, a partir da publicação, para se inscreverem.

O Trecho 8 (veja no mapa abaixo), na região oeste da bacia e com uma área de cerca de 1500 hectares, possui cerca de 97 propriedades e será a primeira região  a ser beneficiada pela iniciativa. Os primeiros inscritos que atenderem os pré-requisitos do edital – como apresentação de RG e CPF (pessoa física) ou CNPJ (pessoa jurídica), comprovante de residência no nome do produtor rural e comprovante de propriedade, entre outros - passarão a receber a contrapartida financeira pelas atividades de conservação e preservação.

Os “Produtores de Água” receberão compensação financeira baseada em critérios como a conservação de vegetação nativa e do solo e a qualidade hídrica da propriedade, assim como pela produção e gestão da mesma. Áreas de Preservação Permanentes e Reservas Legais serão recuperadas por meio de técnicas de restauração e regeneração florestal com espécies de vegetação nativa e preservadas com ações como a mudança de instalações irregulares.

O Projeto Taquarussu é cadastrado no Programa Produtor de Água, da Agência Nacional de Águas, que incentiva financeiramente aqueles participantes cujas ações resultam na melhoria de qualidade e quantidade de água nas bacias hidrográficas. Para mais informações, visite o site www.projetotaquarussu.com.br .

 

Conheça os quinze trechos do Projeto Taquarussu:

Trecho 8 - Córrego Taquarussu Grande Jusante, da confluência de um córrego na margem direita com o Córrego Taquarussu Grande, localizada no ponto de coordenadas (48.268476° W; 10.268490° S) até a Estação de Tratamento de Água (ETA 06) da Odebrecht Ambiental |Saneatins.

ss

*Para a localização exata dos outros 14 trechos, consulte o edital do Projeto Taquarussu.

Saneatins - Projeto Produtores de Água (21)

O Projeto Taquarussu: uma fonte de vida, uma iniciativa da Odebrecht Ambiental | Saneatins em parceria com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semades), Prefeitura de Palmas, Instituto de Conservação Ambiental The Nature Conservancy do Brasil (TNC), Agência Nacional da Água (ANA), da Fundação Grupo Boticário, Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) e demais parceiros, chega a importante fase de apresentação do ciclo de estudos, que acontecerá nos dias 1 e 2 de dezembro, às 14h, no auditório da Estação de Tratamento de Água – ETA 06, em Palmas.

Durante a programação serão apresentados estudos como o levantamento ambiental e social da região, monitoramento hidrológico da bacia, entre outros e futuras ações. Segundo Fabíola Preihs, Responsável Socioambiental da Odebrecht Ambiental | Saneatins, “os estudos contribuem para o conhecimento e desenvolvimento local e apresentá-los a todos os envolvidos no projeto é de suma importância para preparar a todos para os próximos passos”.

O Projeto Taquarussu é cadastrado no Programa Produtor de Água, da Agência Nacional de Águas, que incentiva produtores rurais a protegerem a bacia do Ribeirão Taquarussu. Para isso, eles serão orientados com técnicas de plantio e conservação de solo e preservação das matas ciliares. O projeto ainda prevê recuperação de áreas degradadas e replantio. Na próxima semana será aberto o 2º edital para inscrições de proprietários de terras da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Taquarussu interessados em se tornar “Produtores de Água”.

img1413579472273_g

Em adesão a campanha do Outubro Rosa, a Foz|Saneatins promoveu entre os integrantes de todo o Estado, um dia exclusivo para conhecer mais sobre o assunto. O dia “D”, 17 de outubro ficou marcado pela participação da Liga Feminina e do comprometimento de mais de mil integrantes.

Vestidos de rosa e munidos de um laço de cetim, os funcionários da Foz|Saneatins participaram de palestras em Palmas, Araguaína e Gurupi, que contou ainda com Blitz educativa e distribuição de panfleto informativo. Em Palmas, a presidente da Liga Feminina no Tocantins, Laíze Fonseca palestrou sobre o câncer de mama, abordando pontos como prevenção, cuidados especiais e a manifestação do câncer em homens.

Para Antônio Rodrigues, responsável pela equipe de Saúde Ocupacional, o saldo é positivo. “É a primeira vez que participamos e é muito bom perceber que e os integrantes estão aderindo à campanha se tornando instrumentos de disseminação da informação.”

Além da palestra, onde foi ressaltado o papel fundamental da Liga Feminina como auxiliadora nos processos de prevenção, tratamento e acompanhamento psicológico dos envolvidos a Foz|Saneatins promoveu internamente flashs de saúde e diálogos de segurança sobre o tema.

img1408385347539_g

Desde o dia 21 de julho, o Laboratório de Efluentes da Foz|Saneatins passou a ser o primeiro na região Norte do Brasil a utilizar o selo de qualidade do INMETRO. O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia expediu para o laboratório o certificado de acreditação na NBR ISO/IEC 17025:2005, atestando a garantia da qualidade nas análises realizadas e evidenciando o fornecimento de resultados confiáveis.

Este Sistema de Gestão da Qualidade Laboratorial tem como escopo os parâmetros pH, DBO, DQO, materiais sedimentáveis, oxigênio dissolvido e temperatura, que indicam a eficiência das estações de tratamento de esgoto e também a qualidade da água nas amostras coletadas em rios, córregos, lagos, represas, nascentes e outros corpos hídricos. Mensalmente a Foz|Saneatins fornece os resultados de coletas realizadas em todos seus sistemas de tratamento de esgoto para os órgãos ambientais, que monitoram se os indicadores de qualidade do Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA estão sendo cumpridos.

Desde o início de 2014, o laboratório central da Cia realizou mais de 24 mil análises vindas de todos os municípios atendidos pela Foz|Saneatins, além de análises solicitadas por terceiros no Tocantins e também de outros estados. A certificação é uma ferramenta estabelecida em escala internacional para gerar confiança na atuação de organizações que executam atividades de avaliação. Trata-se de um reconhecimento formal da competência e confiança nos resultados de suas avaliações. Ainda evidencia a adequação do laboratório, uma equipe atualizada, métodos de análise normatizados e validados e aprimoramento contínuo dos processos.

Segundo Pablo Andreão, Diretor de Concessões da Foz|Saneatins, “o resultado demonstra o comprometimento da concessionária com atendimento de excelência nos serviços de análises e o compromisso com a qualidade dos serviços de tratamento de esgoto e monitoramento das águas, prezando pelo controle ambiental e satisfação dos clientes”.

img1403097546530_g

Os integrantes da Foz|Saneatins em Palmas receberam hoje uma campanha para conscientização no trânsito. O Projeto Vida no Trânsito, uma parceria com a ATTM, realizou uma blitz educativa com as equipes da empresa e até simulou um acidente por atropelamento, com apoio da equipe do SAMU. O principal objetivo da campanha é a redução de acidentes graves e mortes no trânsito.

"Queremos sensibilizar nossos integrantes para que, por meio de hábitos simples, como o uso do cinto de segurança e não falar ao telefone enquanto dirige, possamos evitar tragédias nas ruas. Tão importante quanto praticar essas ações na empresa, é levar essa lição para casa", explica Flávio Vieira, Responsável por Segurança no Trabalho da Foz|Saneatins.

img1398452828467_g

A Foz|Saneatins realiza no dia 29 de abril uma força tarefa de combate à dengue nas áreas de suas unidades nos 47 municípios onde a empresa opera os serviços de tratamento e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto. A ação tem o objetivo de fortalecer a prevenção e combate ao mosquito transmissor, além de reforçar a conscientização dos integrantes.

“A programação terá início na parte da manhã, onde o tema será debatido nos Diálogos Diários de Segurança em todo o estado. A partir daí, munidos com os devidos equipamentos de segurança, os integrantes partem para o campo para as ações de prevenção e combate”, explica Fabíola Preihs, Responsável por Programas Socioambientais da empresa.

Para a comunidade, o melhor caminho também é a prevenção. “A temperatura da água entre 25 e 30 graus é a ideal para o desenvolvimento das larvas, e a população de nosso estado deve ficar atenta às formas de garantir a reprodução do vetor não só em suas casas, como em seus vizinhos e bairros”, completa.

Por isso, é importante que os bairros se mobilizem e conversem entre os vizinhos, principalmente aqueles que possuem jardins com muitas plantas. Calhas, pneus, vasos e áreas com entulho também são pontos de atenção. “Em caso de uma grande concentração de mosquitos, informe rapidamente o órgão responsável no seu município”, orienta Fabíola.

A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da dengue.