Nossa atuação

 

O contrato que concede à BRK Ambiental a gestão dos serviços de água e esgoto na cidade de Uruguaiana foi iniciado em 2011 e tem validade de 30 anos. Desde então, a cidade passou por uma verdadeira transformação no saneamento básico: somos a cidade gaúcha que mais evoluiu nessa área nos últimos anos.   

Nossa atuação engloba todas as etapas de captação, produção, tratamento e distribuição de água para os habitantes de Uruguaiana e também a coleta, tratamento e disposição final de esgotos sanitários na cidade. 

Vista aérea de Uruguaiana (RS)

 

Evolução no saneamento

Desde a concessão dos serviços de água e esgoto à iniciativa privada, inúmeros avanços foram conquistados, como a garantia de distribuição de água tratada para 100% do município. 

Quando o assunto é tratamento de esgoto, as evoluções foram ainda mais significativas. Em 2011, quando o contrato de concessão foi firmado, cerca de 9% dos uruguaianenses contavam com os serviços de tratamento de esgotos.

Hoje 97% da cidade é atendida com os serviços de coleta e tratamento, fazendo com que Uruguaiana seja uma das cidades do Rio Grande do Sul com maior índice no atendimento de esgoto. 

 

 

Ao longo desse período, R$ 168 milhões foram investidos pela BRK, 250 quilômetros de redes coletoras foram implantados, uma estação de tratamento de esgoto foi construída, bem como uma estação de tratamento de água. Mas, não pretendemos parar por aí: até 2021, a empresa prevê investir mais 65 milhões de reais para finalizar as instalações de coleta de esgoto para 300 residências que ainda não estão ligadas à rede da cidade.

Reflexos dos investimentos na saúde, na educação e no meio ambiente

 

icon-saude

Entre 2011 e 2019, Uruguaiana registrou redução de 96% na incidência de doenças de veiculação hídrica. Nesse período, o município registrou queda de 2.375 casos de diarreia para 109. Com a redução das doenças, estima-se que o município economize cerca de R$ 1 milhão por ano, o que pode ser investido em outras áreas prioritárias para a população.

Ativo 27

Mostrando claramente que, quanto maior o acesso ao saneamento, menor a mortalidade infantil, entre 2011 e 2017, período de aumento na cobertura de saneamento, esse índice caiu de 19,23 óbitos por mil nascidos vivos para 12,26.

icon-melhoria-educacao

No período, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) municipal passou de 4,8 para 5,3, mostrando o impacto direto que a melhoria nos índices de saneamento gera em outros aspectos da vida das pessoas.

icon-pesca.jpg

Melhorias ambientais no Rio Uruguai, que antes da ampliação da coleta e tratamento do esgoto, recebia diretamente mais de 90% do esgoto gerado na cidade. Com a preservação do rio, há uma dinamização de atividades econômicas, como a pesqueira, que estava em declínio e voltou a ser fonte de renda para os pescadores de Uruguaiana.

ACOMPANHE NOSSAS OBRAS, AVISOS E TUDO QUE ACONTECE NA BRK AMBIENTAL DA SUA CIDADE